Tradicionais cabines telefônicas de Londres serão “aposentadas”

Mas acalme-se: as cabines tradicionais vão continuar existindo, só que com outras funções; é possível comprar uma cabine para reutilizá-la por R$ 4

Por Julia Latorre Atualizado em 3 abr 2017, 15h24 - Publicado em 3 abr 2017, 15h14

Já em 2016 foi anunciada uma repaginação das icônicas cabines telefônicas vermelhas de Londres. Este ano elas começaram a ser substituídas. Por mais populares que sejam nas selfies e cartões-postais,  vão se tornando a cada dia mais obsoletas. As novas cabines telefônicas de Londres são pretas, feitas de uma material resistente, têm ponto de Wi-Fi e um display touch com mapa interativo, além de, obviamente, o telefone.

A nova cabine New World Payphones/Reprodução

Para acalmar o coração dos turistas e não extinguir de vez a popular cabine vermelhinha projetada por Giles Gilbert Scott em 1926, serão mantidas cabines no formato antigo.

O que acontece é que com a aposentadoria de um número considerável de cabines, a British Telecom, companhia responsável por elas, está com um programa de incentivo à reutilização dos quiosques.

Vai ter rango na cabine telefônica sim! RedKiosk/Reprodução

O programa é traduzido como “adote um quiosque”. Nele, a companhia está vendendo cabines fora de uso por , acredite, menos que R$ 4 (£ 1)  para que estabelecimentos e vizinhanças deem uma nova utilidade ao ícone pop de Londres.

Vendinhas de souvernirs, parece que não há nada mais apropriado! RedKiosk/Reprodução

O que isso significa? Que quando você for a Londres, você provavelmente verá as novas cabines pretas, mas também vai se deparar com as inconfundíveis portinhas vermelhas sendo reutilizadas da maneira como a criatividade dos londrinos fluir.  

  • Continua após a publicidade
    Publicidade