5 hostels descolados em Paris

Por Patrícia Figueiredo 19 fev 2015, 19h23

Viajantes econômicos temem Paris. Também, pudera: perto de cidades como Barcelona ou Lisboa a hotelaria parisiense é, além de caríssima, bastante careta. Isso porque a cidade não tem tantos hostels interessantes como as rivais ibéricas e, pra piorar, os poucos que existem cobram diárias bem acima da média europeia.

O panorama começa a mudar agora, com a chegada de novas opções para mochileiros na Cidade Luz. Em fevereiro inaugura o primeiro Generator do pedaço, hostel de uma rede de design que faz muito sucesso em toda Europa, de Berlim à Londres.

Veja mais informações sobre ele e outras quatro boas opções de hostel na cidade :)

St. Christopher Canal

A localização não é unanimidade: apesar de ficar do ladinho do Canal St. Martin, não é no melhor pedaço do bairro, que tem barzinhos e restaurantes elogiados pela crítica. A área é boa, no entanto, pra quem só quer saber de contemplar o canal e os barquinhos que passam por ali. Os quartos coletivos são espaçosos e o pub do hostel, no térreo, está sempre animado, com shows ao vivo aos fins de semana. Para os baladeiros, uma boa surpresa: o subsolo do hostel esconde um clube (danceteria, balada, chame como quiser!) para quem quiser esticar a noitada sem ir longe. A pista fica bem animada aos fins de semana com hóspedes e também estudantes fazendo intercâmbio na cidade.

 

BelushisBar-Paris-Canal-6

A varanda do pub dá direto no Canal St. Martin e fica bem disputada nos dias quentes

StChristophersInn-ParisCanal-Dorms02

As beliches esbanjam privacidade, trunfo das cortininhas que separam cada leito

Generator

O mais novo da lista deve chegar em março para chacoalhar o cenário parisiense de hostels. A rede Generator é famosa por seus endereços elogiados em Berlim e Barcelona e agora faz a aguardada aterrissagem em Paris com um investimento de impressionantes € 58 milhões. Com 916 camas, a unidade é a maior de toda a rede até o momento e tem um design apuradíssimo – um dos destaques é o rooftop bar com vistas para Montmartre e a Sacré Coeur. A localização também deve agradar viajantes mais descolados: o lugar fica a poucas quadras do parque Buttes-Chaumont e do Canal St. Martin e pertinho também da Gare du Nord.

Cantinho do quarto coletivo do novíssimo Generator (Imagem: Divulgação)

Cantinho do quarto coletivo do novíssimo Generator

A recepção super cool do novo Generator (Imagem: divulgação)

A recepção super cool do lugar, cheia de luzes e néons

Oops

Continua após a publicidade

Um dos trunfos deste hostel é a localização, conveniente para pegar o metrô (a estação Place d’Italie, servida por três linhas, é logo ao lado) e para ir caminhando até atrações como a Biblioteca Bibliothèque François Mitterrand e o Jardin des Plantes. Apesar de ser pequeno o lugar tem décor charmosinho, com muitas cores, estampas e um luminoso colorido na entrada.

A entrada escondidinha do Oops, no canto esquerdo (Imagem: Divulgação)

A entrada escondidinha do Oops, no canto esquerdo

As áreas internas são moderninhas e coloridas

As áreas internas são moderninhas e coloridas

3 Ducks

O hostel passou por uma reforma completa bem recentemente então todos os ambientes comuns e os quartos estão novíssimos. A área mais agradável é o pátio interno, com mesas onde você pode relaxar e tomar uma taça de vinho, vendida pelo bar do hostel a preços amigáveis. O ponto fraco é o tamanho diminuto dos quartos coletivos: se você tiver muita bagagem, esqueça! O espaço é feito para mochileiros mesmo – muitos dos quartos ficam no primeiro andar e não há elevador. A localização também é bem boa: pertíssimo de duas estações de metrô e da agradável Rue du Commerce, que tem um comércio de rua prático (tem lojas de rede como Sephora mas também queijarias pequeninas), bares e restaurantes de bairro e também o lindíssimo e art-déco Café du Commerce

Os quartos coletivos são limpos e recém-renovados mas bem apertadinhos

O pátio gostosinho é o melhor pedaço do hostel!

O pátio gostosinho é o melhor pedaço do hostel!

MIJE Fourcy

De todos da lista, este é o que tem a localização mais incrível, no miolo do Marais. Não vou nem começar a falar o quanto gosto deste bairro: já fiz isso demais aqui! Na mesma rua está a Maison Européenne de Photographie e a amada Place des Vosges também fica ali perto. O hostel em si é bem simples, com suas instalações antigas mas bem conservadas. A mesma rede tem mais duas unidades nas redondezas, Fauconnier e Maubuisson, todas próximas do metrô Saint Paul. 

Todo o charme tipicamente parisiense do MIJE Fourcy

Todo o charme tipicamente parisiense do MIJE Fourcy

 

Simplicidade define os interiores do bem-localizado MIJE

Simplicidade define os interiores do bem-localizado MIJE

Siga @patifigueiredo_  e @viagemeturismo no Instagram :)

Continua após a publicidade

Publicidade