Vou Estudar Fora Por Blog Raquel Marçal ama viajar e aprender línguas e acha melhor ainda quando pode combinar os dois. Acredita que intercâmbio não tem idade e pretende continuar fazendo até os 80 anos

Entenda a AIESEC e o intercâmbio voluntário

Por Julia Latorre Atualizado em 27 fev 2017, 15h27 - Publicado em 4 mar 2015, 19h55

Vou confessar que já tinha ouvido falarem muito da AIESEC, mas nunca cheguei a comparecer a uma das reuniões (pós-cadastro no site) para tirar todas as minhas dúvidas sobre o programa de intercâmbio. Essa semana tudo ficou mais claro.

Conversei com o pessoal de lá e esclareci as principais questões de alguém que tem vontade de participar do programa de intercâmbio voluntário, que na organização tem o nome de Cidadão Global.

É importante saber que a AIESEC é uma organização sem fins lucrativos. Ou seja, não é uma agência de intercâmbio. Também é legal saber que essa é a maior organização sem fins lucrativos do mundo gerida por jovens – inclusive, a UNESCO reconhece isso.

Segundo Luciana Ambrozi, diretora de relações públicas da AIESEC, muito mais do que um programa de intercâmbio voluntário, a organização tem como um de seus principais objetivos o desenvolvimento de liderança.

A organização existe em 124 países ao redor do mundo. No Brasil, são mais de 5 mil membros voluntários e 3 mil intercâmbios por ano. Segundo a equipe da AIESEC, liderança, autoconhecimento, multi-funcionalidade, efetividade, responsabilidade social, diversidade e internacionalismo são as habilidades que a organização ajuda o intercambista a desenvolver.

Vídeo institucional entender melhor o programa Cidadão Global

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=3YUWmZCGv_w?feature=oembed%5D

+ As principais dúvidas sobre intercâmbio voluntário pela AIESEC eu repondo nesse post aqui

Continua após a publicidade

Publicidade