Achados Adriana Setti escolheu uma ilha no Mediterrâneo como porto seguro, simplificou sua vida para ficar mais “portátil” e está sempre pronta para passar vários meses viajando. Aqui, ela relata suas descobertas e roubadas

Medidas de economia energética na Espanha: como isso afeta o turismo?

Entenda os efeitos na sua viagem do pacote que acaba de ser anunciado pelo governo

Por Adriana Setti Atualizado em 3 ago 2022, 23h59 - Publicado em 3 ago 2022, 08h57

Diante de possíveis interrupções do fornecimento de energia proveniente da Rússia devido à Guerra da Ucrânia, a Europa está fazendo uma colossal força-tarefa para economizar recursos. A situação é mais grave nos países mais dependentes do gás russo, como a Alemanha. Mas afeta todo o continente. Esta semana, foi a vez do governo da Espanha anunciar as medidas de contenção, em um “pacote de economia energética” que estará em vigor pelo menos de 9 de agosto de 2022 a novembro de 2023. Como isso afeta a sua viagem?

Os espaços fechados estarão mais “quentinhos” no verão

A medida que terá mais impacto sobre quem está viajando pelo país é a que limita a intensidade do ar condicionado e da calefação nos espaços internos. A partir da semana que vem, a temperatura mínima deverá ser de 27oC em lugares como edifícios administrativos, espaços comerciais (lojas, supermercados, shoppings e afins), espaços culturais (museus, teatros, cinemas, auditórios, salas de shows etc), estações de trem, aeroportos e – o mais difícil de tudo – restaurantes, bares e cafeterias. Nos hotéis, a regra vale para todas as zonas comuns, mas cada cliente poderá fazer o seu iglu particular dentro do quarto, se assim desejar. Ou seja, os mais sensíveis ao calor vão precisar fazer como os espanhóis: aderir ao leque. Vale lembrar que a temperatura de conforto em um ambiente com ar condicionado costuma estar entre 21oC e 23oC.

E também estarão mais frios no inverno

Já no inverno, a temperatura máxima nesses mesmos espaços deve ser de 19oC. Ou seja, se você é friorento, nem vai precisar deixar o casaco na chapelaria.

Pelo menos o transporte se salva

A boa notícia é que essas medidas não afetam os meios de transporte (trens, barcos, ônibus, metrô, avião, etc). Centros de saúde, academias (ufa!), lavanderias e cabeleireiros também podem continuar fresquinhos.

Não vai dar pra lamber vitrines à noite

A partir da semana que vem, as lojas deverão apagar as suas vitrines à noite. Ou seja, aproveitar a tranquilidade noturna para passear pelas ruas comerciais “dando uma olhadinha” não será mais possível. Mas, a isso, você certamente sobreviverá.

Leia tudo sobre Espanha

Busque hospedagem na Espanha

Continua após a publicidade

Publicidade