Caldas Novas

Site: http://caldasturismo.com.br População: 73.616 hab DDD: 64 Distância de outras cidades: Morrinhos: 56 km; Goiânia: 172 km; Uberlândia: 194 km; Brasília: 298 km; São José do Rio Preto: 459 km; São Paulo: 771 km; Rio de Janeiro: 1181 km.

A combinação das águas quentes com uma ampla infraestrutura de lazer transformou Caldas Novas e sua vizinha, Rio Quente, em um dos principais polos turísticos do Brasil. Hotéis, parques temáticos e resorts de ambas as cidades exploram piscinas e fontes de águas naturalmente aquecidas (37°C), reforçadas por atividades recreativas, que atraem milhões de turistas todos os anos. Entre os pontos mais conhecidos está o parque aquático Hot Park, que fica no complexo de diversão do Rio Quente Resorts e tem atrações como toboáguas radicais e até uma praia artificial – na qual é possível, inclusive, aprender a surfar. Tudo isso em pleno Cerrado, a 1 000 km do oceano. É um destino único, capaz de encantar crianças e fazer rejuvenescer os mais velhos.

FOTOGRAFIA No Parque Estadual da Serra de Caldas Novas, três mirantes deixam os turistas boquiabertos diante da beleza da cidadezinha e de seus arredores.

HISTÓRIA A origem das termas de Caldas Novas e Rio Quente vem da água das chuvas. Depois de cair no solo, ela se infiltra cerca de 2 000 m no subsolo. Segundo os especialistas, o calor das profundezas aquece a água, que, devido à alta pressão, volta à superfície. O alívio de dores nas articulações e nos músculos é o benefício trazido aos banhistas.

IPOD Bem próprio de goiás, o gênero sertanejo é a trilha sonora nos parques aquáticos, na área de lazer dos hotéis ou mesmo no agito noturno da praça central. O estilo também é presente em festivais e shows durante todo o ano.

SABORES A Pequirula é uma versão do licor Amarula feita com pequi, fruto típico do Cerrado. O pequi é curtido na cachaça por seis meses e depois é misturado com leite condensado caseiro, baunilha e chocolate.

ONDE FICAR

Difícil achar em Caldas Novas um hotel ou flat que não tenha, ao menos, uma piscina termal. Muitos abarcam também algum tipo de parque aquático próprio. O público familiar domina as hospedagens. Quem se hospeda no Ecologic Ville Resort & Spa desfruta de piscinas termais, hidros, saunas, trilhas, ôfuros e tratamentos estéticos. Já o Best Western Suítes Le Jardim Resort & Spa, sem parque aquático, tem boas piscinas termais e hidro.

ONDE COMER

Existem poucas opções fora dos hotéis – a maioria trabalha com refeições inclusas no preço da diária, mas não deixe de provar a empada típica de Goiás, no Empadão Goiano da Tânia.

COMO CHEGAR

Do aeroporto de Caldas Novas é possível pegar táxi ou Uber até o centro. Outra opção é voar até Brasília ou Goiânia e seguir por terra. De carro, saindo da capital federal, vá pela BR-60 até Goiânia, e, ali, pegue a BR-153 até o trevo de Piracanjuba. Continue pela GO-217 e GO-139 até desembocar na GO-213, que segue para Caldas Novas. Há vários horários de ônibus partindo das duas capitais.

SUGESTÕES DE ROTEIROS

2 dias – Relaxar nas águas quentes das piscinas dos hotéis é indispensável quando se está na região, mas vale separar um dia inteiro para aproveitar o Hot Park, parque temático instalado no complexo do Rio Quente Resorts. Nele existem muitas atrações para a criançada, como a escolinha de surfe e o Xpirado, um impressionante toboágua de 32 metros de altura.

4 dias – Comprando o pacote de dois dias do Hot Park dá mais tempo para conhecê-lo por completo, inclusive as atrações pagas à parte – caso das tirolesas, do rapel, do arvorismo, do mergulho com cilindro e do Bird Land, onde é possível interagir com diversas espécies de animais. De volta a Caldas Novas, experimente um prato típico da região no Empadão Goiano da Tânia. Para finalizar a refeição, tome uma dose de Pequirula, um licor de pequi vendido nas lojas da Dona Ana e da Dona Maria.

7 dias – Em uma semana você terá tempo suficiente para conhecer bem os três principais parques aquáticos de Caldas Novas: Water Park, Di Roma Acqua Park e Lagoa Termas Parque. E ainda sobrará tempo para uma visita ao Parque Estadual da Serra de Caldas Novas, com duas trilhas que levam a pequenas quedas-d’água boas para um banho frio – para quebrar a rotina das águas quentes. Lá, placas identificam as espécies vegetais típicas do Cerrado.

SAIBA MAIS

A primeira fonte de águas quentes da região foi descoberta em 1722. A Lagoa de Pirapitinga, dentro do Lagoa Termas Parque, foi encontrada por Bartolomeu Bueno da Silva Filho, que estava em expedição atrás de ouro e outras riquezas minerais. Mas ela ficou esquecida por mais de 50 anos. Em 1777, o bandeirante Martinho Coelho Siqueira encontrou novamente o lugar. Diz a lenda que ele estava caçando animais silvestres quando seus cachorros teriam se queimado nas águas quentes. O bandeirante mudou-se para a região, dando origem ao povoado que se transformaria em Caldas Novas. Sua primeira morada ainda está em pé, dentro do hotel Sesc Caldas Novas.

QUANDO IR

Os meses de férias escolares (janeiro e julho) são os mais movimentados – e caros. Em novembro, ocorre o Caldas Country Show, festival de música sertaneja, eletrônica e axé.

Busque hospedagem em Caldas Novas

Leia tudo sobre Goiás

Publicidade