Tragédia em Capitólio: sobe para 10 o número de mortos

Um pedaço da parede do cânion de Furnas se desprendeu e atingiu embarcações que estavam embaixo

Por Da Redação Atualizado em 9 jan 2022, 23h43 - Publicado em 8 jan 2022, 22h40

O Corpo de Bombeiros de Minas Gerais encontrou, neste domingo, outras 3 vítimas da queda de uma rocha no Lago de Furnas, na região de Capitólio. O número total de mortos chegou a 10.

De acordo com os Bombeiros, 32 pessoas ficaram feridas, algumas delas tiveram que ser hospitalizadas nas cidades de Passos, Piumhi e São José da Barra. Pelo menos quatro barcos foram atingidos.

O deslizamento aconteceu por volta das 12h30 do sábado (8) no condomínio Escarpas do Lago, tradicional ponto turístico de Capitólio.

Atenção: o vídeo abaixo é um conteúdo sensível.

A chefe da Divisão de Medicina Legal do Interior da Polícia Civil de Minas Gerais, Marcela Sena Brava, informou que peritos estiveram no local para auxiliar na liberação dos corpos e que eles foram encaminhados para o Instituto Médico Legal de Passos. Um inquérito será instaurado para apurar o incidente.
A VT já havia publicado em seu guia de Capitólio, publicado em 2021, que nos meses mais chuvosos, entre dezembro e março, aumenta o risco de cabeças d’água – o fenômeno ocorre quando a chuva forte faz crescer repentinamente o nível do rio provocando uma enxurrada. Em janeiro de 2021, três pessoas morreram em um complexo de cachoeiras na região. 

Com informações da Agência Brasil.

Leia tudo sobre Minas Gerais

Continua após a publicidade

Publicidade