Continua após publicidade

Feira da Torre de TV segue sendo referência em Brasília

Parte do imaginário brasiliense, feira é anterior à própria torre e funciona a todo vapor nos finais de semana

Por João Antonio Streb
Atualizado em 20 jun 2024, 12h19 - Publicado em 20 jun 2024, 12h00

Inaugurada oficialmente em 1964, a Feira de Artesanato da Torre da TV se confunde com a própria história de Brasília, além de ser mais antiga que a própria torre. A cidade foi construída entre 1956 e 1960, e a torre foi concluída somente sete anos após a inauguração da capital.

Antes mesmo da inauguração da torre de TV, os primeiros artesãos já se colocavam no local para vender seus produtos. A atração chegou a ser chamada de feirinha hippie. Contam até que o ex-presidente Juscelino Kubitschek teria sido o responsável por incentivar o primeiro artista plástico a vender seus quadros na feira.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Feira da Torre de Tv (@feiradatorredetv)

O que você encontra na Feira da Torre de TV

Dos 600 boxes de artesanato que existem, cerca de 450 estão na ativa e a regra é andar muito, conversar com os vendedores e garimpar. O olhar mais apurado é capaz de encontrar alguns achados como cestaria indígena, cocares, objetos em pedra-sabão, utensílios de cozinha feitos em madeira sucupira, chocalhos, cachepôs, suportes em macramê, almofadas, redes, quadros inspirados em azulejos de Athos Bulcão e fotos icônicas de Brasília.

Com o êxodo causado pela construção da cidade, muitas pessoas acharam nas obras uma forma de sustento, incluindo vendas de artesanato em couro, barracas com quitutes do Norte e do Nordeste, que se tornaram referência na praça de alimentação da feira ao longo das décadas. Um dos boxes mais famosos é a Barraca da Mainha, que há mais de 50 anos reúne multidões aos finais de semana em busca de acarajé e outros quitutes baianos.

Continua após a publicidade
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Feira da Torre de Tv (@feiradatorredetv)

Além das opções de compras, a feira também disponibiliza o espaço para realização de apresentações e oficinas. Shows e apresentações de capoeira ocorrem com frequência aos finais de semana, assim como a confecção dos brinquedos “Polvo de Amor”, que reúne cerca de 90 mulheres no terceiro sábado do mês para confeccionar polvos de crochê que são destinados a crianças recém-nascidas prematuras. O projeto começou em 2017 e mais de 5 mil polvos já foram distribuídos para hospitais.

A construção que dá nome à feira também tem seu apelo para além do mirante. O gastrobar Mezanino, como o nome indica, fica no mezanino de onde se tem ótimas vistas para a cidade.

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por MEZANINO (@meza.nino)

Continua após a publicidade

Serviço

O quê: Feira de Artesanato da Torre de TV

Quando: terça a sexta-feira, das 9h às 17h. Os boxes funcionam a todo vapor aos sábados, domingos e feriados, das 9h às 18h. O mirante da Torre da TV abre nos mesmos horários e fecha às 18h45.

Onde: Feira de Artesanato da Torre de TV SDC – Eixo Monumental, Brasília, Distrito Federal. O parque fica próximo da rodoviária de Brasília e tem estacionamento público e gratuito no local.

Dúvidas: a Torre da TV é gerida pelo Banco de Brasília (BRB) e a feira é gerida pela Secretaria de Estado do DF. Ambos dispõem de canais de contato pelo Instagram (@torredetvbrasilia e @feiradatorredetv).

Publicidade