Castelo medieval é atração em Vinhedo, no interior de São Paulo

Espaço a 80 quilômetros da capital abre aos sábados e domingos para visitação e café da manhã colonial

Por Da Redação Atualizado em 12 abr 2022, 11h28 - Publicado em 16 mar 2022, 09h24

O Castelo dos Vinhais foi construído na década de 1980 em meio às plantações de uva de Vinhedo e se tornou um espaço para casamentos e festas de debutante. O espaço de 20 mil m² a cerca de 80 quilômetros da capital da paulista é dividido em dois: o Vale dos Sonhos, com capacidade para 450 convidados, e o Vale do Luar, para 200. Porém, a pandemia e o cancelamento em massa das cerimônias fez com que o castelo ganhasse um novo uso. Desde fevereiro, ele abre para visitação aos sábados e domingos com um café da manhã colonial.

Castelo dos Vinhais, Vinhedo, São Paulo
O café da manhã pode ser feito em uma das mesas na varanda ao ar livre. Crédito: Castelo dos Vinhais/Divulgação

A proposta é que, das 8h às 10h, os visitantes desfrutem de um buffet com bolos, broas, biscoitos, frios, pães artesanais, sucos e café. Na sequência, das 10h às 11h30, eles ficam livres para explorar a propriedade, que inclui um jardim, um lago e uma torre. A experiência deve ser reservada com antecedência por esse link e custa R$ 135 por pessoa, sendo que as crianças de 6 a 10 anos pagam meia entrada e as de 0 a 5 anos têm entrada gratuita. É permitida a entrada de animais de estimação.

Castelo dos Vinhais, Vinhedo, São Paulo
O Castelo dos Vinhais promete 42 opções no buffet de café da manhã. Crédito: Castelo dos Vinhais/Divulgação

No Instagram da VT (aliás, você já segue?), lançamos a pergunta para os seguidores: o café da manhã no Castelo dos Vinhais vale o investimento? Como estava a comida? E que tal o passeio pela propriedade? A maioria considerou o valor alto para o que é servido, apesar do ambiente ser agradável. Alguns também apontaram que, no dia da visita, o restaurante estava lotado. Veja todos os comentários no post a seguir:

View this post on Instagram

A post shared by Viagem e Turismo (@viagemeturismo)

Continua após a publicidade

O que mais há para fazer em Vinhedo?

Vinhedo recebeu muitos imigrantes italianos na década de 1940 e floresceu economicamente através do cultivo da uva. No mês de fevereiro, ela promove a Festa da Uva e do Vinho, com áreas de degustação montadas pelos produtores locais. Um delas é a Adega Familia Ferragut, a maior vinícola da cidade aberta ao público. O visitante tem acesso aos mais de cinco mil pés de uva e aos processos de produção do vinho e suco, mas é preciso agendar antecipadamente. Para o almoço, uma opção é a cantina de mais de 30 anos Azzolin, que prepara massas caseiras e produz o próprio vinho. Ali, é possível agendar desde uma degustação mais simples, com seis rótulos da casa, até mais elaboradas, com rótulos importados. Por fim, Vinhedo faz parte do Circuito das Frutas, sobre o qual falamos aqui.

Leia tudo sobre São Paulo

Busque hospedagem em Vinhedo

Continua após a publicidade

Publicidade