6 programas para se esbaldar na Ilha de Marajó, no Pará

As indicações são de Fabiane Teixeira e Fábio Almeida, editores do blog Viagens e Vivências

Por Viagem e Turismo Atualizado em 16 set 2021, 15h59 - Publicado em 24 fev 2016, 20h41

1. Praia do Pesqueiro

“Fica a 12 quilômetros de Soure, e possui água salobra e morna, além de boas opções de barracas e restaurantes. Para não correr o risco de ser ferido por uma arraia, a dica é entrar na água arrastando os pés: você evita pisar no animal, o que faria ele se sentir ameaçado e atacar.”

2. Fazenda Bom Jesus

Foto: Benigna Soares/Setur-PA

“Uma das fazendas de dona Eva, veterinária muito respeitada em Marajó. Lá, manadas de búfalo e cavalo vivem soltas, em meio às várias represas que banham a propriedade. Se tiver sorte, você poderá assistir a uma belíssima revoada de guarás.” Acesso pela 4ª rua do Soure

3. Fazenda São Jerônimo

Fazenda

“Famosa por abrigar a selvagem Praia de Goiabal, cenário do programa No Limite. O tour é puxado, mas único: inclui passeio de búfalo, caminhada sobre as passarelas de um mangue e retorno de canoa por igarapés.” Rodovia Soure, km 3

4. Cerâmica Marajoara

Foto: Benigna Soares/Setur-PA

“O ateliê Mangue Marajó é um hit para comprar peças de cerâmica e madeira. Confeccionadas pelo artesão Ronaldo Guedes, têm traços típicos da arte local.” Rua Bairro do Pacoval, Travessa 23

5. O filé marajoara

Foto: Benigna Soares/Setur-PA

“O típico filé marajoara, que leva carne de búfalo com a mussarela do animal, é servido em restaurantes como o Casarão da Amazônia e o Solar do Bola.” Rua Quarta, 626, e Rua VIII, 872

6. Praia Barra Velha

Foto: Carlos Macapuna

“A alta da maré faz com que a extensão de areia suma – por isso, os restaurantes foram construídos acima do nível da praia. O lugar é rústico e simples, fazendo prevalecer a natureza selvagem.”

Busque hospedagem na Ilha do Marajó

Leia tudo sobre Pará

  • Continua após a publicidade
    Publicidade