Cultura sem Fronteiras oferecerá bolsas de estudos no exterior para estudantes da área de Humanas

Em meio aos quase vinte cursos das áreas de biológicas e exatas que são contemplados pelo programa do Governo Federal “Ciência sem Fronteiras”, surge uma esperança para os estudantes da área de humanas que desejam concorrer a uma bolsa de estudos no exterior.

A ministra da cultura, Marta Suplicy, anunciou na semana passada o novo programa de bolsas do Ministério da Cultura: Cultura sem Fronteiras. O esquema é muito parecido com o “irmão” Ciência sem Fronteiras, sendo a principal diferença a área dos cursos.

Ministra participa de assinatura de termo cooperação com a universidade de Bolonha

Ministra participa de assinatura de termo cooperação com a universidade de Bolonha

Até o momento só foram anunciadas dez vagas, sendo que os cursos abrangidos são Design, Moda, Programação Visual e Administração. Ou seja, Direito, Filosofia, Psicologia, Jornalismo, Relações Internacionais, Arquitetura… e dezenas de outros cursos ainda estão de fora da lista.

Marta já assinou acordos com a Universidade de Bolonha, na Itália (e a mais antiga da Europa), e o Instituto Europeu de Design, que tem unidades em Madri e Barcelona. Parcerias com outras instituições de ensino do exterior estão em fase de negociação, o que acaba sendo uma luz no fim do túnel para os cursos que ainda não foram agraciados pelos programas do Governo (tomara que dê certo :) ).

7427621758_d7fb405ca1_o

Universidade de Bolonha, a mais antiga da Europa!

7427621452_e12544dc8c_o

Universidade de Bolonha, muito linda ❤

O programa ainda não foi lançado oficialmente, e por enquanto só foi anunciado um edital com 10 vagas.

Sorte aos que tentarão concorrer a essas vagas (que ainda não tem instruções de inscrição) e oremos para que apareçam novas parcerias com outras instituições e novas possiblidades para os alunos de outros cursos!

~Oremos por novas parcerias no Cultura sem Fronteiras~ 🙂

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.