Paratodos Após viver o bug do milênio, no caso, ter ficado cadeirante em janeiro de 2000, Bruno Favoretto compartilha experiências que servem (mas não só) para quem tem algum problema de mobilidade, ainda que momentâneo

Com breja a € 1, 100 Montaditos é a hh mais acessível de Madri

Na Gran Vía, o bar tem até elevadorzão que leva ao subsolo, com banheiro que comporta a todos

Por Bruno Favoretto Atualizado em 19 mar 2021, 20h00 - Publicado em 5 abr 2017, 10h10

Se você já esteve em Madri, sabe que a icônica Gran Vía, tão retratada por Pedro Almodóvar em películas como Mulheres à Beira de um Ataque de Nervos (1988), é uma espécie de Broadway espanhola, pela quantidade de teatros e cinemas que concentra. E pelos espaços para happy hours.

Vista noturna da Gran Via Marco Antonio Pomarico/Dedoc Abril

É também um sobe e desce danado.

Alimentar a alma com arte por ali, no entanto, não é algo barato. Ao contrário de uma cervecería que se encontra nos primeiros metros dessa grande rua, pertinho das figuras de Don Quixote e Sancho Pança – em bronze – que repousam na Plaza España.

Brejas a partir de 1 euro 100 Montaditos/Divulgação

Hablo da 100 Montaditos. Na porta, o lugar é despretensioso, com meia dúzia de mesas na calçada, mas bastou trocar uma ideia com o garçom para descobrir que lá dentro a vantagem era grande, sobretudo para quem não havia conseguido o ingresso para acompanhar o Real Madrid num jogo de Champions League contra o Borussia Dortmund, não tinha bilhetes nem na área dos discapacitados.

O pico, porém, proporcionou uma atmosfera de estádio durante a partida exibida em dois telões no andar subterrâneo, precioso para cadeirantes – dentro do bar há um elevador igual aos de prédio, nada daqueles de corrimão, para quem quer se posicionar no subsolo, que reserva um banheiro amplo e adaptado, dividido com as mulheres, mas nunca ao mesmo tempo.

(Galera, foi mal, não tirei foto nem do elevador nem do banheiro, mas podem ir na fé).

Continua após a publicidade
Taí o lugar 100 Montaditos/Divulgação

O melhor: o copo de cerveja custa € 1, e, e às segundas e terças, a jarra com meio litro da cerveja madrileña Mahou custa € 2,  assim como a jarrona com o doce vinho tinto de verano.

Com tanta birita, mais do que nunca um banheiro que caiba a cadeira de rodas é vital, senão o jeito é fazer justiça dentro de garrafas improvisadas como privadas no meio da rua, sem dignidade, mas é melhor do que parar a vida 

Versões dulces dos montaditos 100 Montaditos/Divulgação

O nome 100 Montaditos tem a ver com o cardápio, estrelado por 100 diferentes minissanduíches, dos salgados, recheados com salsicha e jamón – estes que levam presunto são os melhores deles –, a versões doces, adornadas com cookies, M&M’S e até sorvetes. O bom é que há opções para vegetarianos e para quem tem pavor ou intolerância ao glúten.

Rola até um fileteado portenho 100 Montaditos/Divulgação

Não espere os mais saborosos bocadillos da sua vida, mas aguarde economia: os lanchinhos custam, de quarta a domingo, € 1, e no resto da semana saem de € 1 a € 2. Para zerar a fome, precisarás de ao menos três unidades.

Na porta tem um degrau pequeno 100 Montaditos/Divulgação

Tem 100 Montaditos em várias cidades na Espanha, em Portugal, na Colômbia, no México e nos Estados Unidos.

100 Montaditos
Calle Gran Vía, 63, Madri, Espanha
34 697 195 194; 2ª/5ª 11h/0h15, 6ª/dom 11h/1h15

Leia também:
– 9 lugares em alta para viver a vida boa em Madri, na Espanha
– Endereços para comer muito bem em Madri
– Roteiro de trem: 10 dias por Barcelona, Madri e sul da Espanha

Continua após a publicidade
Publicidade