Vila Nova de Milfontes, no Alentejo, tem praia de rio e de mar

Águas transparentes, dunas e bons restaurantes num dos trechos mais queridinhos da Costa Vicentina, em Portugal

A Praia do Malhão, a 4 quilômetros do centro: escoltada por lindas dunas A Praia do Malhão, a 4 quilômetros do centro: escoltada por lindas dunas

A Praia do Malhão, a 4 quilômetros do centro: escoltada por lindas dunas (Bruno Barata/Reprodução)

Estrategicamente localizada entre as charmosas Porto Covo e Zambujeira do Mar, Vila Nova de Milfontes é dos vilarejos mais queridinhos da Costa Vicentina durante os meses de verão.

A prainha do Rio Mira, com Vila Nova ao fundo: águas transparentes e calminhas A prainha do Rio Mira, com Vila Nova ao fundo: águas transparentes e calminhas

A prainha do Rio Mira, com Vila Nova ao fundo: águas transparentes e calminhas (Bruno Barata/Reprodução)

Não é para menos. A combinação é deliciosa: de um lado tem-se a vila de casas branquinhas, com direito a uma fortaleza no centro; do outro, praias lindas, muitas vezes de ares selvagens. No meio, as águas transparentes do Rio Mira.

Stad up no Rio Mira: água flat delícia Stad up no Rio Mira: água flat delícia

Stad up no Rio Mira: água flat delícia (Bruno Barata/Reprodução)

A prainha da beira-rio é deliciosa e descortina bonitas vistas da cidadezinha. Já no quesito mar, a Praia do Malhão, a 4 quilômetros do centro, é arrebatadora: um areal a perder de vista cercado de dunas lindas e bem preservadas.

Cavalgada na Praia do Malhão: visual arrebatador Cavalgada na Praia do Malhão: visual arrebatador

Cavalgada na Praia do Malhão: visual arrebatador (Bruno Barata/Reprodução)

Ali, os passeios a cavalo são um espetáculo – no próximo post vou falar especificamente sobre o Naturarte, um turismo rural que organiza saídas pelos arredores.

Amêijoas fresquinhas vendidas pelos pescadores na praia Amêijoas fresquinhas vendidas pelos pescadores na praia

Amêijoas fresquinhas vendidas pelos pescadores na praia (Bruno Barata/Reprodução)

Mais perto da vila, a Praia das Furnas tem bonitos paredões e línguas de areia que avançam sobre as águas com a maré mais baixa.

Cais no Rio Mira Cais no Rio Mira

Cais no Rio Mira (Bruno Barata/Reprodução)

O centro de Vilanova é uma graça, com ruelas muitas vezes fechadas para pedestres. Há, ali, uma lista de restaurantes imperdíveis: o Choupana (Praia do Farol), debruçado sobre o mar; a Tasca do Celso, que serve delícias da culinária alentejana; e o Porto das Barcas (Estrada do Canal, s/n), mais moderninho, que serve bons peixes e frutos do mar.

A Praia do Farol: onde o rio encontra o mar A Praia do Farol: onde o rio encontra o mar

A Praia do Farol: onde o rio encontra o mar (Bruno Barata/Reprodução)

Independentemente do rumo escolhido, a sobremesa vai ser sempre mais doce na Mabi (Largo de Santa Maria, 25), um clássico local. Há ótimos gelados e croissants quentinhos com recheios acrescentados na hora: de creme de ovos a chocolate. Para comer sem pensar no biquíni do dia seguinte.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s