Além-mar Rachel Verano rodou o mundo, mas foi por Portugal que essa mineira caiu de amores e lá se vão, entre idas e vindas, quase dez anos. Do Algarve a Trás-os-Montes, aqui ela esquadrinha as descobertas pelo país que escolheu para chamar de seu

Guia Comporta Verão 2018: as melhores compras

Almofadas, roupas, biquínis, objetos de decoração... As lojinhas imperdíveis da praia mais cool de Portugal

Por Rachel Verano Atualizado em 25 jul 2018, 15h19 - Publicado em 25 jul 2018, 15h18
Detalhes supercoloridos da Rice
Detalhes supercoloridos da Rice Bruno Barata/Reprodução

Nem só de praia, sol e mar vive a Comporta, dona daquele que é, provavelmente, o pedacinho de litoral mais descolex da Europa atualmente. A minúscula vila de casinhas brancas e azuis a pouco mais de uma hora de distância de Lisboa está recheada de lojas incríveis que deixam qualquer passeio de fim de tarde mais gostoso. Sabe aquele astral meio Tulum, meio Quadrado de Trancoso?

O incrível acervo da Lavanda: chapéus, vestidos, objetos de decoração
O incrível acervo da Lavanda: chapéus, vestidos, objetos de decoração Bruno Barata/Reprodução

Logo na entrada da vila o movimento nas mesinhas ao ar livre do simpático Colmo Bar, no Largo de São João, é a deixa. Atrás dos gostosos bancos de almofadas navy, uma portinha leva ao belo acervo curado pela norueguesa Cathrine Austad para a sua loja Lavanda. Para começar, objetos de décor do Marrocos, da Índia, de Bali. Uma mesa cheia de acessórios irresistíveis. E araras recheadas de peças escolhidas a dedo de marcas como as holandesas Scotch e Scotch & Soda ou a francasa Mademoiselle.

Um dos cantinhos artsy da Vintage Department
Um dos cantinhos artsy da Vintage Department Bruno Barata/Reprodução

Seguindo pela Rua do Secador, a principal da vila, a poucos passos fica a Vintage Department, uma loja de decoração que vende de móveis escandinavos dos anos 50 e 60 a fotos e objetos capazes de dar vida (e personalidade!) ao mais simples dos ambientes. Os objetos são fruto das andanças dos donos, os alemães Alma e Emily, pelos quatro cantos mundo (há belas esculturas do Mali!).

As lojinhas da Casa da Cultura: belo mix
As lojinhas da Casa da Cultura: belo mix Bruno Barata/Reprodução
  • Logo em frente, o antigo celeiro local (a vila da Comporta nasceu de uma herdade!) foi transformado num simpático espaço com café e exposições chamado Casa da Cultura, onde se enfileiram, lado a lado, lojas de marcas portuguesas e artesãos da região. Há stands de biquínis, de sapatos, uma pop-up da grife Lanidor…

    O universo colorido da Rice
    O universo colorido da Rice Bruno Barata/Reprodução

    O roteiro se completa com outros dois endereços obrigatórios: a loja do Museu do Arroz, que vende de livros a objetos de decoração, e a Rice, uma das pioneiras, onde simplesmente dá vontade de morar no ambiente criado pela designer Marta Mantero. Há sofás, mantas coloridas, quadros, bolsas, almofadas étnicas, biquinis, kaftans…

    Reserve a sua hospedagem na Comporta com o Booking.

    Continua após a publicidade
    Publicidade