Além-mar Rachel Verano rodou o mundo, mas foi por Portugal que essa mineira caiu de amores e lá se vão, entre idas e vindas, quase dez anos. Do Algarve a Trás-os-Montes, aqui ela esquadrinha as descobertas pelo país que escolheu para chamar de seu

Restaurante Castas e Pratos: um almoço inesquecível no Douro

Instalado em um antigo armazém ferroviário, o restaurante é uma bela surpresa entre vinhedos e o rio

Por Rachel Verano Atualizado em 10 jan 2018, 19h45 - Publicado em 5 jan 2018, 22h53
A arquitetura surpreendente: antigos armazéns ferroviários
A arquitetura surpreendente: antigos armazéns ferroviários Bruno Barata/Reprodução

Peso da Régua é uma cidadezinha simpática no coração do Douro, debruçada sobre o rio e incontornável em uma visita à região. Fica lá o Museu do Douro, que proporciona uma bela introdução ao mundo dos vinhos locais, e, nos arredores, alguns dos melhores hotéis e vinícolas. Um endereço também muito recomendável é o Castas e Pratos, um belo restaurante que me surpreendeu desde a porta de entrada.

As mesas do piso superior: sob vigas aparentes
As mesas do piso superior: sob vigas aparentes Bruno Barata/Reprodução
  • É tudo um alento, a começar pela arquitetura, um sopro de modernidade e linhas ousadas, com bastante madeira e uma incrível adega. Uma mesa comunitária com lareira no piso debaixo (super aconchegante nos dias de inverno), mais mesas sob um teto de vigas aparentes no andar de cima.

    Detalhe da decoração
    Detalhe da decoração Bruno Barata/Reprodução

    As surpresas seguiram no menu. De entrada, pedimos uma terrine de foie gras aromatizada ao Vinho do Porto que estava delicada e deliciosa:

    Bruno Barata/Reprodução

    E finas fatias de presunto ibérico com raspas de trufas negras:

    Bruno Barata/Reprodução

    Os pratos principais não ficaram por menos. O bacalhau em crosta de amêndoas e presunto sobre brandade de camarão desfazia-se em lascas ao toque do garfo:

    Continua após a publicidade
    Bruno Barata/Reprodução

    O polvo grelhado com açorda de grelos e molho de ovo estava no ponto:

    Bruno Barata/Reprodução

    Até o básico medalhão ao molho de Roquefort com risoto de cogumelos superou as expectativas:

    Bruno Barata/Reprodução

    A carta de vinhos para acompanhar é extensa e, claro, focada nos melhores expoentes do Douro. E a lista de sobremesas inclui opções como o parfait de coco e maracujá e um “vulcão” de abóbora com sorvete de queijo da Serra da Estrela.

    Mesa posta, com parte da adega ao fundo
    Mesa posta, com parte da adega ao fundo Bruno Barata/Reprodução

    Anote ai: o Castas e Pratos abre para almoço e jantar e uma refeição para duas pessoas, com entrada, vinho e sobremesa, custa cerca de € 100.

    Reserve o seu hotel no Douro com o Booking.

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade