Piacere, Itália! Depois de passar um mês rodando a Toscana, Bárbara Ligero caiu de amores pela terra da bota e se matriculou em um curso de italiano. Atualmente, está aprendendo a gesticular com perfeição

O que você deve saber antes de dirigir na Itália

Os 5 itens que você deve estar atento se for alugar um carro

Por Barbara Ligero Atualizado em 5 fev 2020, 16h51 - Publicado em 13 out 2016, 13h41

Uma das (muitas) delícias da Itália são suas estradas, margeadas por cidades medievais, campos de girassol, vinícolas e outras paisagens encantadoras. Dito isso, não é à toa que muitos brasileiros desejam conhecer o país em roteiros de carro. Dirigir por lá não é um grande desafio, mas as dicas a seguir podem evitar alguns perrengues / multas.

Carteira Internacional de Habilitação

A Itália está entre os poucos países europeus que exigem a Permissão Internacional para Dirigir, que pode ser emitida pelo Detran do seu estado pessoalmente ou via internet (mais informações aqui). Apesar da obrigatoriedade, é raro o documento ser pedido pelas locadoras de carro ou pelos policiais. Por via das dúvidas, garanta o seu.

GPS

As estradas italianas são divididas entre as autostradas e as superstradas. Ao redor delas, há uma infinidade de estradinhas pequenas ou rurais. Se o seu GPS estiver configurado para traçar a rota mais curta, ele provavelmente vai te guiar até essas vias, que podem ser mais tortuosas ou estreitas. Prefira seguir pelas estradas principais, que costumam ser muito boas.

Pedágio

Esse é um tópico que difere muito do Brasil. Ao entrar em uma estrada italiana, você logo se depara com uma cabine de pedágio, onde deve apenas retirar um bilhete. O pagamento é feito só depois. Todas as saídas da estrada possuem cabines de pedágio, onde você deve apresentar o bilhete e pagar apenas por aquilo que percorreu. Anote aí: as autostradas (sinalizadas por um “A” seguido de um número) são pagas e as superstradas (sinalizadas por um “SS”) são gratuitas.

Estacionamento

É raro encontrar um lugar para estacionar de graça na Itália. Os locais onde é permitido parar o carro são sinalizadas por um plaquinha azul com um “P”. Nessas áreas, geralmente há uma máquina para pagamento, seja na rua, na guia da calçada ou em cabines fechadas. Os valores costumam ser por hora ou por todo o horário comercial. Uma dica é carregar sempre consigo algumas moedas.

Postos de Gasolina

Outro ponto que pode ser esquisito para os brasileiros! Na Europa em geral, é bem comum encontrar postos de gasolina sem frentistas. Então é responsabilidade sua escolher o tipo de combustível que quer colocar e controlar a bomba. Depois, é só pagar o montante na loja de conveniência do posto.

Siga-me no Instagram: @barbara.ligero

  • Continua após a publicidade
    Publicidade