A melhor estratégia para conhecer as Cinque Terre em um dia

Encravadas na costa da Ligúria, as Cinque Terre da Itália podem ser visitados de trem ou de barco; saiba as vantagens de cada um

Suspensas em penhascos que terminam no mar, as Cinque Terre eram apenas vilarejos de pescadores até serem descobertas pelos turistas e virarem um parque nacional.

Apesar de pertencerem à região da Ligúria, elas ficam coladas na Toscana e por isso podem ser encaixadas tanto no roteiro de quem vai para Gênova quanto para quem está nos arredores de Florença.

Como essas cinco cidades são pequenas e estão enfileiradas uma bem ao lado da outra, é razoavelmente fácil conhecê-las em uma tacada só. Porém, não adianta querer ir de carro: o acesso é difícil e os poucos estacionamentos ficam fora dos vilarejos.

Deixe seu carro estacionado na cidade de La Spezia, ponto de partida do passeio. Lá, é possível pegar um barco ou começar o trajeto de trem:

Como é o passeio de BARCO?

Monterosso, a última das Cinque Terre

Monterosso, a última das Cinque Terre (José e Marina/Flickr)

Entre abril e outubro, a Consorzio Marittimo Turistico Cinque Terre tem barcos que saem da marina de La Spezia rumo a quatro dos cinco vilarejos: Riomaggiore, Manarola, Vernazza e Monterosso.

São duas opções de bilhetes. O primeiro, que custa € 35, é válido para o dia inteiro e permite que você suba e desça dos barcos quantas vezes quiser. O segundo, de € 25, permite que você desça somente em um vilarejo e fique lá por apenas uma hora.

Caso opte pelo segundo, a coisa mais esperta a se fazer é gastar a sua descida na mais longínqua das Cinque Terre, que é Monterosso. Dessa forma, você passará pelas outras e poderá ao menos fotografá-las do barco.

Seja qual for a sua escolha, a grande vantagem do passeio de barco é ter o impacto de ver os vilarejos de longe, o que é muito bonito. Além disso, durante todo o caminho você aprecia o mar, que é de um azul inesquecível.

Como é o passeio de TREM?

Corniglia é o único vilarejo que não é acessível pelo mar, apenas de trem

Corniglia é o único vilarejo que não é acessível pelo mar, apenas de trem (Mariusz Kluzniak/Flickr)

Durante todo o ano, o Cinque Terre Card Train dá acesso ilimitado à linha de trem que liga a estação central de La Spezia a cada um dos cinco vilarejos.

Válido para o dia inteiro, o bilhete especial pode ser comprado na hora e custa € 16. Com ele em mãos, você também poderá usar gratuitamente os banheiros públicos (normalmente eles são pagos) e os ônibus que levam das estações até os centrinhos.

Nesse caso, também há duas opções de como fazer o passeio. A primeira é na ordem, ou seja, Riomaggiore, Manarola, Corniglia, Vernazza e, por fim, Monterosso. A segunda é indo direto para Monterosso, que é a mais distante (fica a 25 minutos de La Spezia), e ir parando nos outros vilarejos na volta.

De uma forma ou de outra, o trem é a opção mais econômica e a única que permite conhecer a pé todas as Cinque Terre. A contrapartida é que no verão os trens podem ficar bem cheios.

Como é cada vilarejo?

O vilarejo de Manarola visto do mar

O vilarejo de Manarola visto do mar (Frank Kehren/Flickr)

De maneira geral, os cinco vilarejos são bem parecidos e pode ser que você ache necessário parar em todos. Por isso, vamos começar falando do que eles têm em comum.

Espere encontrar nas Cinque Terre ruas estreitas, casinhas coloridas que parecem se amontoar uma sobre as outras e muitas roupas penduradas, no maior clichê italiano. Além disso, com exceção de Corniglia, todas possuem praias de pedra.

Também estão sempre presentes as lojinhas de souvenir, que vendem especialidades locais como o famoso molho pesto e balas, licores e sabões de limão. São comuns, ainda, os bares e restaurantes que vendem cones de papelão cheios de frutos do mar fritos.

Agora, vamos às particularidades:

  • Riomaggiore: Se você estiver fazendo o passeio de trem, a sua melhor foto das Cinque Terre provavelmente será tirada do seu mirante.
  • Manarola: Parecida com as demais, é mais bonita quando vista do mar.
  • Corniglia: Essa é a única das Cinque Terre que não pode ser acessada pelo mar, somente de trem. Isso faz com que ela seja menos movimentada e, de certa forma, mais charmosa. É de longe a minha favorita.
  • Vernazza: Possui um castelo com vista para todo o golfo.
  • Monterosso: É a mais “espalhada” e estruturada de todas, com uma praia grande e um centrinho simpático.

 E depois?

Portovenere, apelidada de “sexta Cinque Terre”

Portovenere, apelidada de “sexta Cinque Terre” (Graeme MacLean/Flickr)

Volte a La Spezia para pegar o seu carro e seguir viagem até Portovenere, apelidada de “a sexta Cinque Terre”. Bem turística, a cidade fica a apenas 20 minutos e o caminho passa por uma estrada tortuosa à beira-mar que é simplesmente imperdível.

Chegando lá, também será difícil não se encantar pelo bonito calçadão, pelo centro cheio de bares e restaurantes e, principalmente, pelo castelo cujo muro termina direto no mar. Coisa de filme mesmo. Se puder, durma por lá.

Qual é a melhor época?

Riomaggiore, a primeira das Cinque Terre

Riomaggiore, a primeira das Cinque Terre (Bert Kaufmann/Flickr)

Enquanto no inverno as temperaturas caem para 14° graus, no verão o calor é intenso e as Cinque Terre ficam lotadas de turistas.

No outono e na primavera, a sua única preocupação deve ser as chuvas: em 2011, Vernazza quase foi destruída por uma tempestade e teve que ser praticamente desenterrada da lama.

Siga-me no Instagram: @barbara.ligero

Veja também

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s