12 atrações gratuitas em Roma

Você só precisa de um bom par de sapatos e disposição

Uma cidade que tem esculturas, fontes, praças e igrejas como atrações renomadas – como é o caso de Roma – merece o título de museu a céu aberto. Isso significa que, em diversas circunstâncias, não é preciso colocar a mão no bolso para riscar cartões-postais da lista. Veja os principais pontos turísticos gratuitos da capital italiana:

Monumentos

1) Fontana di Trevi

Fontana di Trevi, Roma, Itália A Fontana di Trevi nunca perde o frisson – todo turista quer jogar moedinha na fonte para garantir um retorno à cidade

A Fontana di Trevi nunca perde o frisson – todo turista quer jogar moedinha na fonte para garantir um retorno à cidade (Thinkstock/Thinkstock)

Não há foto que seja capaz de te preparar para a imensidão da Fontana di Trevi! O costume mais famoso ali é se virar de costas para as águas e jogar uma moeda para trás, mas existe também uma segunda tradição. Ao lado do monumento há um pequeno chafariz, chamado de Fontana degli Innamorati. Reza a lenda que os casais que matarem a sede ali ficarão juntos para sempre.

2) Pantheon

Ao longo de seus mais de 2 mil anos de existência, O Pantheon foi convertido em igreja católica no século 7 e hoje atrai pela sua história e beleza O Pantheon foi convertido em igreja católica no século 7 e hoje atrai pela sua história e beleza

O Pantheon foi convertido em igreja católica no século 7 e hoje atrai pela sua história e beleza (Rosana Zakabi/Wikimedia Commons)

Entre os monumentos mais bem preservados da Roma Antiga, o Pantheon surpreende pela engenhosidade de sua cúpula que, além de gigantesca, possui um furo no meio. O edifício tem história: foi construído como um templo para todos os deuses em 27 a.C., destruído por um incêndio em 80 d.C, reconstruído em 125 d.C. e transformado em uma igreja católica em 609 d.C.

*Existe a possibilidade desse museu começar a ser pago ainda em 2019, então aproveite!

3) Circo Máximo

Hoje, o local é um parque público que recebe concertos

Hoje, o local é um parque público que recebe concertos (Eduardo Otubo/Flickr)

Ainda que tenha restado pouco da construção em si, ainda é possível reconhecer as antigas formas do Circo Máximo. Essa foi a maior arena de entretenimento do Império Romano, onde aconteciam as corridas de bigas.

Igrejas

4) Basílica de São Pedro

Sol ilumina a Praça de São Pedro, no Vaticano

Sol ilumina a Praça de São Pedro, no Vaticano (Buena Vista Images/Getty Images)

Para conhecer a Basílica de São Pedro, que guarda a famosíssima Pietà de Michelangelo, é preciso encarar uma fila considerável, mas a entrada é gratuita. Só esteja ciente que o complexo do Vaticano vai muito além da igreja: o ticket para os Musei Vaticani, que dá direito a ver a Capela Sistina de Michelangelo, custa € 17.

Veja também

5) Igreja Santa Maria della Vittoria

A estátua se tornou ainda mais famosa após a menção no livro ‘Anjos e demônios’

A estátua se tornou ainda mais famosa após a menção no livro ‘Anjos e demônios’ (Jean Louis Mazieres/Flickr)

Em comparação com outras igrejas italianas famosas, a facha da Santa Maria della Vittoria pode parecer até um pouco austera, mas não se engane: o interior é uma obra prima do estilo barroco! Outro destaque é que ali dentro fica uma das esculturas mais famosas de Bernini, o Êxtase de Santa Teresa.

6) San Pietro in Vicoli

Reza a lenda que após terminar a estátua de Moisés, Michelangelo gritou: “Por que não falas?!”

Reza a lenda que após terminar a estátua de Moisés, Michelangelo gritou: “Por que não falas?!” (Logga Wiggler/Pixabay)

A igreja guarda as correntes que teriam sido utilizadas para prender São Pedro, mas o que mais chama atenção dos turistas ali dentro é a estátua de Moisés, feita por Michelangelo, que tem incríveis 2,35 metros de altura.

Veja também

7) San Luigi dei Francesi

Obras de Caravaggio, conhecido por dominar as técnicas de claro-escuro

Obras de Caravaggio, conhecido por dominar as técnicas de claro-escuro (Adriana/Flickr)

Pertinho da Piazza Navona, essa igreja mereceu entrar para a lista por possuir três obras-primas de Caravaggio: Martirio di San Matteo, San Matteo e l’angelo e Vocazione di San Matteo.

Praças e parques

8) Piazza Navona

Piazza Navona - Roma, Itália É na Piazza Navona que fica a Embaixada do Brasil – repare na bandeira verde e amarela no canto da foto, à esquerda

É na Piazza Navona que fica a Embaixada do Brasil – repare na bandeira verde e amarela no canto da foto, à esquerda (Thinkstock/)

Há muito o que ver na praça mais bonita de Roma: além da igreja barroca Sant’Agnese e dos palácios renascentistas que a circundam, ela é decorada por três fontes diferentes. A principal delas é a Fontana dei Quattro Fiumi, realizada por Bernini, coroada por um obelisco egípcio.

9) Piazza di Spagna

piazza di spagna

Outra praça que não pode ficar de fora da lista é a Piazza di Spagna, cuja escadaria em frente à igreja Trinità dei Monti está sempre repleta de turistas. Ali fica outra fonte de Bernini, a Fontana della Barcaccia.

10) Piazza del Popolo

Perfeitamente simétricas, as chamadas “igrejas gêmeas” decoram a Piazza del Popolo

Perfeitamente simétricas, as chamadas “igrejas gêmeas” decoram a Piazza del Popolo (Sarah Nichols/Flickr)

Com um obelisco egípcio ao centro, essa praça é endereço de três igrejas de destaque. A primeira é a Santa Maria del Popolo, com obras de Caravaggio, Rafael e Bernini. As outras duas são as igrejas gêmeas de Santa Maria in Montesanto e Santa Maria dei Miracoli.

Veja também

11) Piazza del Campidoglio

A Piazza del Campidoglio foi desenhada por Michelangelo no século 17. no centro está a estátua equestre de Marco Aurélio A Piazza del Campidoglio foi desenhada por Michelangelo no século 17. no centro está a estátua equestre de Marco Aurélio

A Piazza del Campidoglio foi desenhada por Michelangelo no século 17. no centro está a estátua equestre de Marco Aurélio (Diego Albero/Thinkstock)

Obra-prima do Michelangelo, essa praça fica em uma das sete colinas de Roma e tem uma bela vista para os fóruns imperiais e o Coliseu. Vale a pena conferir!

12) Villa Borghese

A Villa Borghese é uma boa opção de passeio para você se sentir um verdadeiro romano

A Villa Borghese é uma boa opção de passeio para você se sentir um verdadeiro romano (Xlizziexx/Pixabay)

Tire um momento do seu roteiro para perambular pelo Villa Borghese. O parque mais famoso da cidade combina bonitas áreas verdes com construções históricas, esculturas e fontes.

Acompanhe a minha vida na Itália no Instagram: @barbara.ligero

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s