Cinco coisas que não podem faltar em quartos compartilhados de hostels

Quarto compartilhado pode ser uma boa opção de economizar durante uma viagem, mas também não precisa ser esculhambado. Se você vai ficar hospedado em um, se liga nas cinco coisas primordiais que devem existir em qualquer quarto compartilhado minimamente humano:

1. Tomada e lâmpada nas cabeceiras das camas

abajur

Viajar com celular é primordial. A gente usa e abusa do aparelhinho durante do dia e, no fim da noite, tudo que queremos é uma tomada na cabeceira da cama, só para dormirmos tendo a certeza de que o alarme dele vai nos acordar de manhã, com a bateria nos seus 100%, pronto para mais um lindo dia.

Para quem costuma chegar no hostel nas altas horas da noite, quando todos os roomies já estão dormindo, a melhor salvação é acender a lâmpada da cabeceira para se orientar, encontrar a escova de dentes, o plug da tomada, a escada para subir na beliche… Lâmpada na cabeceira é essencial. E não incomoda os outros mochileiros.

2. Beliches muito bem firmes e fortes

aventura

Na minha última viagem, levei um par novinho de protetores auriculares para o caso de encontrar um hostel barulhento no caminho. Só que eu encontrei uma cama barulhenta, que rangia a cada mínimo movimento meu. Meu colega de beliche, que infelizmente deitava na cama de baixo, reclamou muito do rangido da cama, apesar de ser educado e deixar claro que não era culpa minha, mas da cama. Mesmo assim me senti penalizada e dei os meus protetores a ele. Agora, antes de nos fazer passar por isso, hostels, por favor: tenham beliches firmes, que não balancem e não façam barulhos. O sono sagrado dos mochileiros agradece.

3. Chuveiro separado do resto do banheiro

ratinho banho

Quando um quarto é compartilhado com seis, oito pessoas, a gente pode passar uns bons minutos esperando os coleguinhas concluírem ~diversas atividades~ no banheiro. Por isso, a coisa linda de se ver (também conhecida como Hakuna Matata hosteleira) é o banheirinho com o vaso sanitário e a pia separado do box do chuveiro. A fila diminui que é uma beleza.

4. Armários com cadeado para todos os hóspedes

armario

Já me hospedei em quarto compartilhado com pouco armário para muita cama, com nenhum armário, com a opção de alugar armário… E nenhuma delas é legal. O quarto tem oito camas? Então precisa ter oito armários. Com fechadura para passar o cadeado. E por favor, que seja um armário grandinho, e não do tamanho de uma caixa de correio.

5. Espaço

espaço

Tem hostel por aí que deveria se chamar quartinho-do-depósito-de-viajantes, de tão pequeninos. Um quarto compartilhado precisa ter, no mínimo, espaço para colocar as mochilas ao lado de cada cama, e que sobre área livre para os hóspedes trafegarem.

Já fiquei em hostel que pedia, delicadamente, que os mochileiros colocassem suas bagagens embaixo da cama, no chão, para deixar o lugar mais livre para as pessoas acessarem suas beliches. Tudo bem que é um hostel que já ganhou prêmio por ser pequeno e charmoso, mas convenhamos, espaço é tudo nessa vida.

Boa. Noite.

Boa. Noite.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s