Demônio da Garoa Por Blog Meeeeu, cê vai ver que aqui tem de tudo um muito sobre esse mundo chamado São Paulo: restaurantes, botecos, baladas, eventos, praias, esportes… Vale tudo, menos catchup na pizza!

Taste of São Paulo: festival tem pratos de Fasano, Le Jazz, Maní e outros estrelados por R$ 15 a R$ 60

Por Bruno Favoretto Atualizado em 27 Feb 2017, 15h04 - Publicado em 12 Aug 2016, 15h01

Começaram as vendas de ingressos para o Taste of São Paulo, festival que debuta no Brasil, mas que já é holofotado há tempos em destinos como Roma, Paris, Londres e Dubai.

Rola de 8 a 11 de setembro, no Clube Hípico de Santo Amaro. Compre o ingresso online: R$ 50 (dias 8 e 9, quinta e sexta) ou R$ 60 (dias 10 e 11, sábado e domingo). Crianças de 2 a 10 anos pagam R$ 5 e abaixo de 2 anos a entrada é gratuita.

Catorze casas estão confirmadas e cada uma levará três pratos criados especialmente para o festão, exceto o Astor, casa da Vila Madalena que promete três drinques.

No Astor, brandy, rum cubano, Apricot brandy, Angostura bitter, limão e clube soda / Dívulgação

No Astor, brandy, rum cubano, Apricot brandy, Angostura bitter, limão e clube soda / Dívulgação

 

Eis os 14 estabelecimentos de respeito:

Bráz, trattoria e pizzaria dos chefs Benny Novak e Marcelo Tanus, que um dia se inspirou na Castelões, resistente no bairro do Brás;

Fasano, um ícone da alta roda italiana no Brasil;

O Mocotó da ZN vai até você / Divulgação

O Mocotó da ZN vai até você / Divulgação

 

Mocotó, do chef Rodrigo Oliveira, midas da cozinha nordestina;

Casa do Porco, sucesso suíno do chef Jefferson Rueda, que, involuntariamente, exclui pessoas recém-operadas da vesícula, como eu;

A Casa do Porco leva pratos do naipe da Sanguiça com tangerina e broto orgânico / Dívulgação

A Casa do Porco leva pratos do naipe da Sanguiça com tangerina e broto orgânico / Dívulgação

Continua após a publicidade

Tuju, contemporâneo que mistura canelone com pato no tucupi;

Consommé de jabuticaba do Tuju / Divulgação

Consommé de jabuticaba do Tuju / Divulgação

 

Maní, da chef premiada Helena Rizzo;

Canudo de milho com tartar de atum e avocado do Maní / Divulgação

Canudo de milho com tartar de atum e avocado do Maní / Divulgação

Astor, referência em drinques (caros) para a boemia;

Adega Santiago, com seus pratos ibéricos para Almodóvar elogiar;

Bar da Dona Onça, um ícone da cozinha de Boteco no Copan;

Manacá, de Cambury, provavelmente o melhor restaurante do litoral paulista;

Le Jazz, querido bistrô da Ria dos Pinheiros

NB Steak, para se empaturrar de carne;

Clandestino, restaurante itinerante comandando pela chef Bel Coelho;

– Além da dupla asiática Kinoshita e Tian.

Continua após a publicidade
Publicidade