Achados Adriana Setti escolheu uma ilha no Mediterrâneo como porto seguro, simplificou sua vida para ficar mais “portátil” e está sempre pronta para passar vários meses viajando. Aqui, ela relata suas descobertas e roubadas

Tortura musical num ônibus no Camboja

Por Adriana Setti Atualizado em 27 fev 2017, 16h02 - Publicado em 16 out 2009, 08h17

Sei que meu blog às vezes parece a função shuffle do Ipod. Um dia Barcelona, outro Paris, outro… Camboja. Mas é que, imersa na infinita tarefa de organizar fotos e vídeos de uma viagem de quatro meses, ontem encontrei a pérola acima.

Numa viagem de 6 horas entre Siem Reap (onde fica Angkor Wat) e Phnom Penh, a bateria de nossos Ipods arriou e tivemos que agüentar no osso a trilha sonora bizarra no último volume. É ver (e ouvir) para crer.

PS: Música muito mais alta do que o tolerável e estridente é uma constante nos ônibus e vans (e em muitos outros lugares) do Sudeste Asiático. Um repordutor de MP3 é, portanto, uma questão de sobrevivência.

Publicidade