Dicas preciosas de dois leitores que estão viajando pela Croácia

Uma das coisas mais satisfatórias de escrever sobre viagens é receber o retorno dos leitores sobre as dicas que você suou para garimpar. O comerciante Fabio Szperling e terapeuta ocupacional Adriana Klein estão rodando a Croácia com a revista Viagem & Turismo deste mês embaixo do braço e, para minha alegria, estão dividindo a empreitada comigo: opiniões, fotos, roubadinhas e descobertas. Gostei tanto das dicas que eles têm mandado que acho que merecem ser compartilhadas com vocês. Algumas delas são importantíssimas para quem, assim como eles, for à Croácia do auge do verão (a altíssima temporada):

A revista de julho, que ainda está nas bancas: corre lá!

A revista de julho, que ainda está nas bancas: corre lá!

Praias alternativas em Hvar

“Saímos do circuito da badalação e valeu muito a pena. Entre a cidadezinha de Hvar e o vilarejo de Stari Grad há lugares lindos. A primeira praia que descobrimos se chama Dubovica e fica a 12 km de Hvar pela estrada principal. Não tem como errar. O pessoal deixa o carro na própria estrada e desce 15 min por uma trilha até a praia, onde há um café e um restaurante. A outra, que visitamos na sequência, foi ainda mais impressionante: Lucisca. Para chegar lá é preciso dirigir uns 500 metros pela estrada principal depois do vilarejo de Dubovica (indo de Hvar em direção ao Ferry) e entrar à direita em um caminho de terra onde há uma placa pequena marrom que indica sv. Nedjelja. É importante ir devagar pois é uma montanha alta e não há acostamento! Depois de 3km você verá carros estacionados. A praia fica logo abaixo. A trilha também leva uns 15 min (há um bar no caminho). O visual é absurdo! Foi um achado. Se você seguir pela mesma estradinha de terra ainda verá outras praias que valem a pena.”

A praia de Dubovica, a apenas 12km do vilarejo de Hvar (mas bem longe da muvuca)

A praia de Dubovica, a apenas 12km do vilarejo de Hvar (mas bem longe da muvuca)

Mais uma foto da linda Dubovica

Mais uma foto da linda Dubovica

A caminho de Dubovica

A caminho de Dubovica

Olhando o mar em Dubovica

Olhando o mar em Dubovica

 

A escondidinha Lucesce: o achado de Fábio e Adriana em Hvar

A escondidinha Lucisca: o achado de Fábio e Adriana em Hvar

13840385_10157281911025341_37256135_o

13839882_10157281948650341_249682297_o 13728464_10157281948580341_947623961_oDriblando a multidão no Parque Nacional dos lagos de Plitvice

“Para visitar o parque de Plitvice durante o verão é preciso ter muita paciência. Tanto entrada 1 como a 2 (que costuma estar um pouco mais vazia) estavam lotadas quando chegamos. O ideal teria sido ir bem cedo, pouco antes da abertura das portas, às 7h. A dica que posso dar a quem chega mais tarde é que, na entrada 2, havia uma fila enorme para comprar a entrada, enquanto existe um ponto de venda muito mais tranquilo dentro do escritório de informação do parque, ao lado da bilheteria. Para usar o sistema de ônibus e barco do lugar também é preciso esperar, por causa do volume de pessoas. Já para caminhar, há vários caminhos possíveis, de 4 até 12 km. Cada um corresponde a uma letra e, assim, é só seguir as placas. Bem fácil. Escolhemos o de 9km e fizemos em 5 horas.”

 

Atalho de Hvar para Dubrovnik

“Para ir de Hvar a Dubrovnik de carro, não é preciso voltar para Split. Do vilarejo de Hvar, vá até o porto de Sucuraj. De lá parte um Ferry para Dverik. O trajeto demora apenas 35 minutos e, com isso, você corta cerca de 100 quilômetros de estrada!”.

 

O bate e volta de Hvar para Vis para ver a Blue Cave não compensa

“ O ideal para explorar Vis (a ilha mais longe do continente na Dalmácia Central, com 17 praias e pouquíssimos habitantes) é pegar o barco que circula apenas no verão, de quinta a segunda (200 kunas; € 21) e dormir pelo menos uma noite na própria ilha. A excursão que pegamos de Hvar custava 390 kunas (€ 52), incluía uma visita corrida às cavernas verde e a azul e apenas duas horas em uma praia. Isso porque, para entrar na caverna Azul, a fila no verão chega a demorar pelo menos uma hora, o que acaba consumindo grande parte do passeio”.

A fila que Fábio e Adriana amargaram para visitar a Blue Cave, numa ilhota ao lado de Vis chamada Bisevo, em um bate-volta a partir de Hvar

A fila que Fábio e Adriana amargaram para visitar a Blue Cave, numa ilhota ao lado de Vis chamada Bisevo, em um bate-volta a partir de Hvar

A praia nudista de Zlatni Rat

A praia mais famosa da Croácia fica na ilha de Brac, perto do vilarejo de Bol. Por ser tão bela e famosa, a praia vive lotada. “Mas há uma praia nudista que é praticamente uma continuação de Zlatni Rat onde há bem menos gente. Impera o bom senso. A maioria fica peladão ou de topless, mas tirar a roupa não é obrigatório.”

 

Internet no celular

Compramos um chip da companhia bonbon e optamos pelo plano de 5GB de internet, que custa apenas 50 kunas (€ 7)! Funciona muito bem e foi uma mão na roda para poder usar o Google Mapas.

 

 

Siga @drisettino Instagram e no Twitter

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s