Pico da Bandeira

Ao aceitar o desafio de subir até o Pico da Bandeira, mantenha a atenção redobrada na trilha para não perder de vista as indicações pintadas em amarelo na rocha e nas estacas de madeira. Quem não tem o espírito tão aventureiro deve contratar um guia (peça indicações nas pousadas).

Os melhores são aqueles com vários anos de experiência, que conhecem as histórias e lendas do lugar e, com elas, entretêm as longas caminhadas de acesso ao pico: a principal, por Alto Caparaó (MG), que dura 7h (14 km, ida e volta); e a que começa no distrito de Pedra Menina, no município de Dores do Rio Preto (ES), mais curta e mais íngreme, com 6h (9 km, ida e volta).

Uma alternativa interessante é subir por um lado e descer pelo outro (contrate antes o traslado na JeepTur, 3747-2516, ou na TransJeep, 3747-2537). Há área de camping dos lados mineiro e capixaba – muita gente dorme no parque para ver o nascer do sol do alto da montanha, o maior espetáculo do pico.

Publicidade