Parque Nacional das Emas

Guia Quatro Rodas: starsstarsstarsstarsstarsMuito interessante

Criado em 1961 por um decreto do presidente Juscelino Kubitschek, o Parque Nacional das Emas é considerado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco. A área de 132 mil hectares de Cerrado, distribuída pelos municípios de Chapadão do Céu (GO), Mineiros (GO) e Costa Rica (MS), é ocupada por cerca de 800 espécies de plantas e 300 de aves e mamíferos sob risco de extinção.

Elas podem ser observadas através dos passeios de bicicleta (R$ 20 por hora), do percurso que atravessa toda a área de um portão a outro (feito no veículo do parque em 1h30) ou de trilhas como a do Brigadista (2,4 km) – com sorte, veados-campeiros, tatus, tamanduás-bandeira, emas, lobos-guará e até espécies de onça podem aparecer pelo caminho.

Além dessas atrações, há boia-cross (R$ 25) e flutuação (R$ 60) no Rio Formoso e a observação da bioluminescência dos cupinzeiros, que, repletos de larvas de vagalumes, brilham nas noites de outubro.

Para conhecer todas essas atrações, é preciso contratar guias e fazer agendamento. Sem eles, a visita fica restrita a algumas trilhas próximas do portão do Bandeira (perto de Chapadão do Céu) ou do portão Jacuba, ao norte (em Mineiros) – mesmo assim é preciso comprar o ingresso antecipadamente nos centros de atendimento ao turista de uma das três cidades. Não há pousadas ou campings dentro do parque.

Acesso: Mineiros (GO) está a 80 km de asfalto do Portão Jacuba; Chapadão do Céu (GO), a 26 km de terra do Portão do Bandeira; e Costa Rica (MS), a 50 km (37 km de terra) do Portão do Bandeira.

Melhor época: de junho a outubro, época de seca.

Informações: em Chapadão do Céu, consulte o Centro de Atendimento ao Turista (3634-1517). Em Mineiros, o CAT (3661-1547/3661-0005) ou a agência Trekking Turismo (3661-2014). O ingresso no parque custa R$ 12, e os guias cobram, em média, R$ 140 a diária. 3ª/dom, 7h/17h (out/nov 7h/20h).

Sobre o estabelecimento

Estacionamento

Sem estacionamento

Mapa

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.