Instituto Inhotim

O Instituto Inhotim é o maior centro de arte contemporânea a céu aberto do mundo, cercado por um majestoso jardim botânico. Abriga 22 pavilhões e galerias, com obras de mais de 100 artistas de 30 países: instalações, esculturas, desenhos, fotos e vídeos que chocam, encantam e estimulam a participação do visitante. Entre as alamedas, há outras 23 obras. Em 2012, o museu expandiu a sua área: ganhou cinco novos pavilhões e inaugurou o Viveiro Educador, onde estão à mostra espécimes de sua rica coleção de plantas. Ainda em 2012, deverão ser abertos mais três novos pavilhões.

Por que é 5 estrelas?

Porque nada no mundo se compara ao Inhotim. Seu dono, o minerador Bernardo Paz, coleciona arte desde os anos 80 e criou um jardim exuberante para recebê-la. Além disso, a estrutura para turista é de primeira: restaurantes, lanchonetes, monitores e limpeza e conservação impecáveis.

Preste atenção

No novo Viveiro Educador de botânica; no pavilhão do artista Matthew Barney (que mais parece um OVNI espelhado no meio da mata); na áudio-instalação de Janet Cardiff & George Bures (pegue a cartilha com o texto e acompanhe a narrativa surrealista dos cem alto-falantes); na galeria de Cildo Meirelles, uma impactante casa com os cômodos e objetos revestidos em vermelho. Crianças se divertem nas Cosmococas de Hélio Oiticica.

A melhor foto

As nove paredes de Hélio Oiticica, em frente ao maior lago do Instituto, e as 70 vigas de ferro de Chris Burden, no alto de uma colina – oportunidade para captar arte e natureza num mesmo clique.

Tempo de visita

Dois dias. Para economizar tempo compre, além do ingresso, o passe do carrinho (R$ 15) que leva às obras mais distantes.

Com ou sem guia

Sem. Você recebe um mapa e em cada galeria há um monitor. Se preferir, há três visitas guiadas: artística (sáb/dom, uma hora), ambiental (sáb/dom, 1h30) e panorâmica (3ª/dom, 1h30).

Quando ir

Nos fins de semana o Instituto fecha mais tarde. De terça a domingo um ônibus liga a rodoviária de Belo Horizonte ao Inhotim (R$ 13,10, ida; R$ 12,70, volta; www.saritur.com.br).

Entrada: 28 reais (sábado e domingo), 20 reais (4ª a 6ª), grátis (3ª).

Publicidade