Centro Histórico

Guia Quatro Rodas: starsstarsstarsstarsstarsMuito interessante

No fim do período colonial, Itu era uma das vilas mais ricas de São Paulo (a grande quantidade de igrejas lhe rendeu o apelido de “Roma Brasileira”). O Centro permite um agradável passeio a pé, sobretudo aos domingos. Um bom começo é na Igreja do Patrocínio (9h/17h), de 1820, na Praça Regente Feijó. O templo guarda o túmulo de madre Maria Theodora Voiron, em processo de beatificação. Seguindo em direção ao Centro, é só entrar à direita na Travessado Carmo para encontrar a Igreja de Nossa Senhora do Carmo (2ª/5ª 9h/19h, sáb/dom 8h/19h), de 1791. Teto e paredes foram pintados a óleo pelo padre Jesuíno de Monte Carmelo, técnica rara no período colonial. Cruzando a praça, na Rua Barão do Itaim, visite o Museu Republicano (leia ao lado). Em frente, siga até a Praça Padre Miguel, endereço da Igreja Nossa Senhora da Candelária (8h/8h). Finalizada em 1780, a matriz tem importante acervo do barroco paulista. Na Rua Paula Souza, sequência da praça, ficam antiquários e construções interessantes, como o Museu da Energia (leia abaixo) e a Fábrica São Luiz (nº 492; 4013-4554; 8h/18h), primeira tecelagem a vapor do estado. A seguir está a Igreja do Bom Jesus, do século 18 (7h/11h e 14h/17h), com fachada inspirada na catedral San Giovanni in Laterano, em Roma. Siga pela Rua Bom Jesus e vire à direita na Rua Santa Cruz para encontrar a Igreja de São Benedito, de 1910 (3ª/6ª 13h/17h, sáb/dom 8h/12h). Na Rua Santa Rita, paralela, está a capela de Santa Rita de Cássia, de 1728 (2ª/6ª 7h/11h e 13h/17h, sáb 8h/12h), uma das construções mais antigas da cidade. No projeto “Itu pelas Igrejas” você pode contratar guias especializados para fazer esse roteiro (R$ 35 a R$ 53; Tombatur, 4022-0001).

Sobre o estabelecimento

Estacionamento

Sem estacionamento

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.