Tulum

Site: http://www.tulum.gob.mx

População: 30.000 hab

Fuso horário: -3h (horário de Brasília)

Distância de outras cidades: Cancún 133 km

Tulum é dos destinos mais intrigantes do México. Sua areia branca e macia, o mar verde-esmeralda e o sol escaldante durante quase todo o ano já seriam motivos suficientes para atrair boa parte dos turistas que se aventuram pela Riviera. Os maias se anteciparam e, aproveitando a beleza do local (e um posicionamento estratégico para se defender de tribos inimigas) construíram sua fortaleza envolta por grandes muros em um morro com vista para o mar. As ruínas, intactas, se localizam a cerca de 130 quilômetros ao sul de Cancún e estão hoje entre as mais visitadas do país. O Castelo e o Templo de los Frescos são os destaques das construções. A cidade abrigava altares ancestrais, controlava o comércio marítimo dos maias e foi habitada quando da invasão espanhola. Foi completamente abandonada apenas 80 anos depois, em 1598. Hoje, Tulum já é o local com resquícios maias mais visitado em toda a Península de Yucatán. Se quiser driblar os turistas, chegue cedo (o parque abre às 8h). Depois disso, terá de disputar espaço para conseguir uma fotografia das ruínas.

COMO CHEGAR

O aeroporto mais próximo é o de Cancún (www.cancunairport.com), a 120 quilômetros de distância, que recebe voos das principais cidades do México e também do exterior- veja informações no site sobre traslados para Tulum. Da estação de ônibus de Cancún sae, ônibus para Tulum (US$ 8; 2h de viagem).

ONDE FICAR

Na prática, há duas Tulums. Uma delas é uma cidadezinha (pueblo) que se desenvolveu à beira da estrada 307 (batizada como Avenida Tulum nos limites urbanos), que leva à Cancún. A outra é a Tulum praiana (Zona Hotelera), infinitamente mais convidativa e que se estende por uma faixa de areia de 15 quilômetros. A urbanização está a três quilômetros da praia e o único motivo consistente para hospedar-se ali é econômico: as diárias no pueblo custam até 70% menos do que na praia.

 

Informações ao viajante

Línguas: Espanhol


Melhor época para visitar: De fevereiro a abril, fora da temporada de chuvas e furacões.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s