8 vinícolas para visitar na Toscana

Em três regiões diferentes, as vinícolas a seguir merecem destaque pelo caráter histórico ou pela arquitetura moderna

Montalcino

1. Biondi Santi

O primeiro Brunello di Montalcino, considerado um dos melhores vinhos italianos, foi engarrafado ali em 1888. Por esse motivo, a vinícola é parada obrigatória para os amantes da bebida. Faça o tour gratuito pelo processo de produção e depois pague € 15 para degustar dois rótulos da casa.

2. Fattoria dei Barbi

Um pouco mais adiante, na mesma estrada da Biondi Santi, está outro produtor histórico do Brunello di Montalcino. A vinícola pertence à família Cinelli Colombi desde 1790 e promove tour guiados por € 5 (as degustações devem ser pagas à parte). Vale a pena almoçar na taverna que fica dentro da propriedade.

3. Poggio Antico

Um pouco menor que as outras, essa vinícola também produz  o Brunello di Montalcino. O diferencial está na sua localização a 450 metros acima do nível do mar, o que garante belíssimas vistas para a paisagem toscana. As degustações incluem pelo menos três rótulos e custam entre € 15 e € 25.

+ Um roteiro de vinhos, história e arte pela Toscana, na Itália

O Castello di Brolio cercado pela plantação l Foto: Flickr/ Mirella

Chianti

4. Altiero

Nessa pequena fazenda de produção familiar, a especialidade são os vinhos que misturam uvas sangiovese e merlot. Ali também são produzidos 150 tipos de azeite de oliva e alguns cosméticos 100% orgânicos. A visita com degustação, que custa € 15, pode ser guiada pelos próprios proprietários.

5. Barone Ricasoli

Considerada a mais antiga da Itália, a vinícola é apontada como local de nascimento do vinho Chianti, no século 9. Em funcionamento até hoje, ela tem 230 acres de plantação ao redor do bonito Castello di Brolio. Por € 25o ‘Tour Classico’ permite conhecer o interior do castelo, visitar a moderna área de produção e degustar os vinhos.

6. Villa di Vignamaggio

A propriedade era casa da família Gherardini, cuja integrante mais famosa foi Monalisa, a musa de Leonardo da Vinci. A tradição em vinho vem desde 1404, quando o bisavô de Lisa já cultivava as parreiras. Invista € 25 no ‘Degu-Merenda’ para fazer uma visita guiada e provar dois vinhos e um azeite de oliva.

+ 5 delícias que você deve provar em diferentes lugares da Itália

O visual moderno da Antinori l Foto: Flickr / Andrea Quartara

Val di Pesa

7. Antinori

A família produtora de vinhos mais tradicional da Toscana abriu essa vinícola em 2012, com uma arquitetura bem moderna. A visita mais simples custa € 25 e inclui degustação de três rótulos. Não deixe passar no museu, que é gratuito, para ver a réplica de uma máquina criada por Leonardo da Vinci para triturar as uvas.

8. Badia a Passignano

Também da família Antinori, a propriedade produz os premiados Tignanello e Solaia e guarda uma abadia do século 11, onde hoje os vinhos são guardados para maturação. Os tours com degustação custam a partir de € 80 e é possível fazer aulas de culinária.

+ Itália de carro: as cidades que você deve conhecer no caminho entre Roma e Florença

Precisa de dicas para sua viagem à Itália? Escreva para mim (barbara.ligero@abril.com.br) e siga-me no Instagram: @barbara.ligero

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s