Cidades imperdíveis na Úmbria

Os povoados, as igrejas e os panoramas da região da Itália adepta da vida bem vivida - e uma esticada até o Lazio

Orvieto

A cidadezinha onírica foi refúgio do Papa Clemente VII durante o saque de Roma. Construções que remetem à essa época são a catedral, o Pozzo di San Patrizio e a Fortezza dell'Albornoz.

ÚMBRIA

1

Civita di Bagnoregio

No lado de lá da fronteira com o Lazio, o antigo vilarejo etrusco perde cada vez mais área devido às erosões e terremotos. Por isso, é chamada de "cidade que morre".

ÚMBRIA

2

Assis

A cidade de São Francisco recebe milhões de peregrinos a cada ano em sua gigantesca basílica. Outro ponto de interesse é a Chiesa di San Damiano, onde a jovem Santa Clara fez seu voto de pobreza.

ÚMBRIA

3

Spello

A pequenina cidadela conserva praticamente intacta a muralha de quando era um assentamento romano. Também segue preservada a Via Camillo Benso Conte di Cavour, que concentra as principais atrações.

ÚMBRIA

4

Perúgia

A universitária capital da Úmbria tem atmosfera jovem e festiva, além de pequenos tesouros escondidos nas ruas de pedra. Não perca a Galleria Nazionale e o Collegio del Cambio.

ÚMBRIA

5

Gubbio

São Francisco viveu momentos marcantes em Gubbio: foi no hospital de São Lázaro, por exemplo, que ele iniciou seu trabalho com os humildes. Há também palacetes, uma muralha do século 13 e ruínas de um anfiteatro romano.

ÚMBRIA

6

Rivotorto

A 5km de Assis, a cidade preserva o Sacro Tugúrio, cabana onde São Francisco viveu e compilou os primeiros escritos franciscanos. O espaço é vizinho do antigo leprosário, em que o santo ajudava a cuidar dos doentes.

ÚMBRIA

7

ÚMBRIA

Quando ir?

O período de abril a setembro é o mais indicado para admirar as paisagens da Úmbria pelo clima amigável e os dias longos. Entre junho e agosto, as planícies ficam cobertas por margaridas e lisiantos vermelhos e roxos.

Clique aqui para ler a matéria completa