Portugal

Site: http://www.visitportugal.com, http://www.portugal.gov.pt

Capital: Lisboa

População: 10.690.000 hab

Fuso horário: 3h (horário de Brasília)

Código de área: 351

Localização: Europa

São muitos os motivos para os brasileiros se apaixonarem por Portugal. São tão fortes e incontáveis os laços que nos unem que a visita pode acabar sendo uma jornada à terra-mãe, mesmo para aqueles que não descendem de portugueses. Encante-se pelos azulejos e vielas das colinas de Lisboa, surpreenda-se com a rica gastronomia do Alentejo, embrenhe-se nas adegas do Porto e perca-se na incrível paisagem rural do interior. Em Évora estão as marcas dos romanos, em Fátima, os mistérios católicos. Uma esticada a Sintra nos deixa diante de três Patrimônios da Humanidade, tão encantadores e distintos entre si: o castelo mouro, o extenso palácio nacional e o romântico palácio da Pena. De volta a Lisboa, antes da obrigatória passagem pelo Mosteiro dos Jerônimos e a Torre de Belém, reconforte-se com um copo de café com leite e dois ou três (ou quatro) pastéis de nata.

Viajar por Portugal é muito simples e o idioma em comum ajuda muito. Não deixe de curtir seu belo litoral, onde a prática de golfe, windsurfe, pesca e surfe combina bem com vilas, spa e resorts de primeiríssima linha. Nos arquipélagos oceânicos de Madeira e Açores não só a prática de vela e mergulho é possível, mas também a observação de baleias e a degustação de pratos de pescados singulares.

Portugal também é um ótimo destino para crianças. Esta é uma ótima oportunidade para elas conhecerem um país estrangeiro com vários pontos tangenciais junto à nossa história, como o Palácio de Queluz, onde nasceu e morreu Dom Pedro I. O Oceanário de Lisboa também é parada obrigatória.

Castelos históricos, palácios e mosteiros estão espalhados por todo o país, que mescla influências étnicas e culturais que vão dos mouros a tribos germânicas, dos celtas aos romanos. A influência mais duradoura, porém, foi legada pelos povos latinos que aqui estabeleceram sua língua, uma das dez mais faladas do mundo. Camões, Saramago, Eça de Queirós e Fernando Pessoa estabeleceram alguns dos pontos altos da literatura lusitana e, por assim dizer, de todo universo lusófono.

COMO CHEGAR

Aéreo – Voos diretos para Portugal são operados por TAP e TAM. Chegando em Lisboa, o Aeroporto da Portela (www.ana.pt) fica a cerca de 20 minutos do Centro. Não tem estação de metrô, mas o eficiente Aerobus (€ 3,50): saídas a cada 20 minutos, das 7h às 23h. Além dele, há cinco linhas de ônibus comum que ligam o aeroporto ao Centro (€ 1,40), inclusive durante a noite. De táxi, gastam-se cerca de € 10, mais € 1,60 pela bagagem.

Outro importante aeroporto português é o do Porto, também com voos operados pela TAP. Outros destinos portugueses, como Ilha da Madeira e Açores são igualmente acessíveis tendo Porto e Lisboa como escala intermediária.

Terrestre – Portugal tem apenas um país fronteiriço, a Espanha. É possível cruzar a fronteira, sem nenhum entrave burocrático, por várias vias. As vias de entrada mais comuns, seja por trem, carro ou ônibus são as rotas entre Vigo e Braga (norte), Huelva e Faro (sul) e Badajoz e Évora (centro-sul). No entanto, diversas pequenas estradas cruzam os limites dos dois países ao longo de toda linha divisória.

COMO CIRCULAR

Terrestre – As estradas são boas em todo o país. Os principais eixos rodoviários são: A-1 e IP-1, Lisboa-Porto; A-2 e IP-1, Lisboa-Algarve; A-2 e IP-8 e A-6 e IP-7, Lisboa-Alentejo; e A-22, que acompanha a costa do Algarve. Viajar de trem é uma boa alternativa, especialmente nos trechos entre Lisboa e Porto ou Porto, Guimarães e Braga, a bordo do Alfa Pendular entre cidades. Para se informar, contulte os Comboios de Portugal (21/854-212 do Brasil e 808-208-208 em Portugal, cp.pt). A rede de transporte rodoviário é ampla, mas os ônibus não são muito confortáveis. Escolha entre Rede Expressos (www.rede-expressos.pt) e Eva (www.eva-bus.com).

Aéreo – A ponte aérea Lisboa-Porto é bastante movimentada e liga as duas maiores cidades de Portugal em apenas 55 minutos a partir de US$ 32, com a Tap. Da capital até Funchal, na Ilha da Madeira, são apenas 1h45 de voo, novamente com Tap, mas também com a Sata Internacional, com tarifas de desde US$ 54. Até Ponta Delgada (Ilha de São Miguel) e Horta (Faial), ambas nos Açores, são de 2h15 a 2h40 com Tap e Sata, com valores desde US$ 125.

ONDE COMER

Portugal é um festival de sabores. À primeira vista, tudo parece um pouco monocromático, com cardápios recheados de pescados e muitos, muitos ovos. Isso se deve em parte à terra pobre e ao clima, pouco propícios ao cultivo de frutas e verduras. Uma segunda olhada, porém, trará algumas surpresas. Sim, sardinhas e bacalhau continuarão sendo os carros-chefes dos cardápios, mas a ampla oferta de variantes regionais são incríveis.

No Minho estão peixes como a lampreia, a truta e o salmão, além do pudim à Abade de Priscos. Em Trás-os-Montes e no Alto Douro está o universal vinho do Porto, mas também as alheiras de Mirandela e os enchidos fumados de Vinhais, embutidos dos deuses. No Porto estão as tripas à moda, com miúdos de porco, frango, vitela, feijão branco, cenoura e temperos variados. Cada restaurante ou família terá sua própria receita.

Já no Centro do de Portugal a pedida é o leitão a Bairrada, estaladiço por fora e suculento por dentro, acompanhado pelo amanteigado queijo da Serra da Estrela, feito com o leite de inverno das ovelhas. Para os lados do Oeste e do Vale do Tejo você encontrará amêijoas regadas com muito azeite, alho, coentro e limão, acompanhado ora pelo vinho branco de Estremadura, ora pela ginjinha de Óbidos, o famoso licor de uma espécie de ameixa. Já entre o Algarve e o Alentejo a cozinha é farta, rica e superlativa. Neste último reinam receitas do nobre porco preto, enquanto no primeiro é o mar que comanda o segredo das panelas, com o clássico arroz de polvo.

Você poderá provar todas estas iguarias, assim como o cozido português e o caldo verde, em restaurantes por todo o país. Mesmo casas simples fornecerão pratos muito bem elaborados, com ingredientes de alta qualidade e serviço simpático.

Outro destaque são os doces e cafés. Pode-se passar o dia inteiro nas ruelas de Alfama, em Lisboa, indo de doceria em doceria, e sua lista de quitutes nunca ficar completa. Haja insulina.

Informações ao viajante

Línguas: Português,Mirandês
Moeda: Euro
Como ligar para o Brasil: www.embaixadadeportugal.org.br
Visto: Não é necessário.

Embaixada oficial no Brasil:
SES, Qd. 801, lote 2, Brasília, DF
61 3032-9600
http://www.embaixadadeportugal.org.br

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

  1. marcelo duarte

    Meu próximo objetivo de consumo, :

    Curtir