Continua após publicidade

‘O Urso’: conhecemos a lanchonete em Chicago que inspirou a série

O tradicional endereço é especializado em servir o italian beef sandwich, uma das comidas icônicas da cidade - e o salão é igualzinho ao da série

Por Bárbara Ligero
Atualizado em 15 jul 2024, 08h14 - Publicado em 3 jul 2024, 14h00

A terceira temporada de The Bear (O Urso, em português) estreará no dia 17 de julho na Disney+, plataforma de streaming que recentemente se fundiu com o Star+. A série acompanha a trajetória de Carmy (Jeremy Allen White), um chef renomado que assume a missão de administrar uma loja de sanduíches à beira da falência em Chicago que pertencia ao seu falecido irmão. O estabelecimento, que na história se chama “Original Beef of Chicagoland”, foi inspirado em um lugar real chamado Mr. Beef que, como boa fã da série, eu quis conhecer logo no meu primeiro almoço na cidade.

The Bear
‘The Bear’ conquistou o Globo de Ouro e o Emmy em 2024 (//Divulgação)

Em uma metrópole espalhada como Chicago, foi ótimo constatar que a lanchonete é relativamente próxima da região mais turística da cidade: o Mr. Beef fica no bairro de River North, que é colado no bairro Magnificent Mile. Se estiver por lá, um jeito fácil de chegar é pegando o ônibus 66 na East Chicago Avenue e descendo na parada Chicago & Franklin, que fica a cinco minutos de caminhada do estabelecimento. Quem vem de outras partes da cidade pode usar o metrô, desembarcando na estação Chicago.

Fui de Uber e, depois de confirmar que o meu destino seria o Mr. Beef, o motorista me contou que a loja de sanduíches sempre foi uma instituição local, frequentada principalmente pelos próprios moradores de Chicago. Até que The Bear a tornou mais conhecida, passando a atrair também forasteiros. Segundo uma reportagem do The New York Times, a lanchonete costumava vender cerca de 300 sanduíches por dia, número que aumentou para mais de 800 no segundo semestre de 2022, quando foi lançada a primeira temporada.

De lá para cá, as coisas parecem ter se acalmado um pouco, mas ainda assim pode haver alguma fila no dia da sua visita. Às 15h de uma terça-feira, encontrei o lugar bem vazio, com apenas sete clientes. A atmosfera calma era a única coisa que divergia da atmosfera da série. De resto, tudo parecia igual. E de fato era. O episódio piloto de The Bear foi quase todo gravado no salão do Mr. Beef. A única parte que ficou de fora foi a cozinha, que na realidade é muito menor do que a que aparece em cena.

Continua após a publicidade
Mr. Beef, Chicago, Estados Unidos
É um barato entrar na lanchonete, igualzinha ao que vemos em cena (Bárbara Ligero/Viagem e Turismo)

O local foi escolhido como locação porque o Mr. Beef sempre foi a inspiração para The Bear. O criador da série, Chris Storer, frequentou a lanchonete durante toda a sua vida porque é amigo desde o jardim de infância de Chris Zucchero – o filho de Joe Zucherro, que fundou o estabelecimento junto com o seu irmão Dominic em 1979. Chris Zucchero inclusive aparece no episódio piloto, atuando como um fornecedor de carne que negocia com Carmy.

Quando a série foi confirmada, uma réplica do Mr. Beef foi reconstruída com perfeição em um set de filmagem, onde as gravações passaram a acontecer desde então. Até porque a lanchonete precisava continuar vendendo seus sanduíches. À Variety, Chris Zucchero disse que os produtores da série recriaram o salão com perfeição, incluindo até as manchas nas paredes. Mesmo assim, eles ainda voltaram ao Mr. Beef durante as gravações da segunda temporada, para tomadas na parte de fora do estabelecimento, com sua icônica fachada de tijolinhos e um anexo de madeira.

Mr. Beef, Chicago, Estados Unidos
Os funcionários do Mr. Beef usam aventais azuis (repare no fundo), o que também acabou sendo replicado na série (Bárbara Ligero/Viagem e Turismo)

Assim como na série, o foco do Mr. Beef é o italian beef sandwich. Junto com a deep-dish e o hot dog (que serão assunto para futuras matérias), o sanduíche é uma das comidas que são simplesmente a cara de Chicago. A receita foi inventada na década de 1930 por ítalo-americanos, que muitas vezes acabavam comprando cortes de carne mais duros por eles serem mais baratos. A estratégia para tornar a carne mais macia era cortá-la em fatias bem fininhas e depois cozinhá-la em seu próprio suco por longas horas. Na hora de comer, era só colocar a carne no pão acompanhada pela giardiniera, que é uma conserva de legumes.

O italian beef sandwich tradicional custa US$ 9,50. Para acompanhar, a porção de batata frita sai por US$ 4,50 e o refrigerante em lata, US$ 2,50. Com o dólar nas alturas, uma refeição despretensiosa por US$ 16,50 (sem as taxas) pesa no bolso do brasileiro, mas não é nada mal para uma cidade cara como Chicago. Quem quiser incrementar seu italian beef sandwich pode pedir o combination sandwich, que vem com uma linguiça italiana e custa US$ 11.

Mr. Beef, Chicago, Estados Unidos
Quem nunca salivou pelo italian beef sandwich enquanto assistia The Bear? (Bárbara Ligero/Viagem e Turismo)

Os pedidos devem ser feitos no balcão, onde o atendente irá te perguntar se você quer que eles molhem o pão no suco da carne. Respondi que sim. Depois, foram só alguns minutos até entregarem o sanduba em um saco de papel, junto com uma quantidade absurda de guardanapos. No fim, acabei usando todos enquanto comia, ou melhor, me lambuzava, na longa mesa de madeira compartilhada do salão sem frescuras anexo, tão icônico na série.

Continua após a publicidade
Mr. Beef, Chicago, Estados Unidos
Um anexo de madeira guarda a icônica mesa compartilhada (Bárbara Ligero/Viagem e Turismo)

Comer um italian beef sandwich foi uma experiência muito parecida com a de assistir The Bear: uma bagunça viciante. O sabor lembra muito o da nossa carne louca, com a diferença que na nossa iguaria a carne já vem desfiadinha, enquanto no italian beef sandwich ela vem em pedaços finos e termina de desfiar na boca. O pão levemente molhado no suco da carne acrescenta mais sabor e as batatinhas eram finas e crocantes, do jeito que eu gosto.

Comi feliz da vida enquanto observava as imagens nas paredes, que misturavam pôsteres de filmes, retratos de celebridades e fotos de família. Sem falar das aquisições mais recentes: um pôster da série e o recorte emoldurado de um artigo sobre ela que saiu no jornal local Chicago Tribune. Joe Zucchero, o patriarca e fundador da lanchonete, morreu alguns meses depois do lançamento da primeira temporada, em março de 2023. O comando da loja de sanduíches está agora nas mãos de sua filha, Lauren. À Variety, seu outro filho, Chris Zucchero, garantiu que a família nunca tentaria transformar o Mr. Beef em um restaurante estrelado, como acontece na série. Que bom.

Mr. Beef, Chicago, Estados Unidos
Aquisições recentes na decoração: pôster e artigo sobre The Bear (Bárbara Ligero/Viagem e Turismo)

Serviço

Mr. Beef fica no número 666 da North Orleans Street e funciona de segunda-feira a sábado, das 10h às 16h.

Leia tudo sobre Chicago

Busque hospedagem em Chicago

Veja as melhores opções de Chicago

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade