Jardins de Keukenhof reabriram após dois anos fechados

O parque voltou a receber visitantes em março e seguirá funcionando até maio. Veja como planejar a visita

Por Bárbara Ligero Atualizado em 28 mar 2022, 11h26 - Publicado em 18 fev 2022, 13h35

O grande acontecimento da primavera na Holanda são os Jardins de Keukenhof, localizados em Lisse, a cerca de 40 minutos do centro de Amsterdã. Até antes da pandemia, o lugar recebia anualmente uma legião de turistas em busca de tulipas e um sem-fim de outras flores que desabrocham em canteiros que parecem saídos de uma instalação de realidade imersiva. Após um hiato de dois anos, o festival voltou a acontecer em 2022, mais exatamente entre os dias 24 de março e 15 de maio. Os ingressos são vendidos somente pelo site e custam € 18.50. 

Jardins de Keukenhof, Lisse, Holanda
Apesar de terem uma importância central, as tulipas não são as únicas flores cultivadas em Keukenhof. Crédito: Jardins de Keukenhof/Divulgação

Ainda que sejam efêmeros, os desenhos de flores que cobrem os 32 hectares do parque são pensados com precisão matemática ao longo de todo o ano e o plantio dos sete milhões de bulbos é feito manualmente por apenas 30 jardineiros. O destaque são sempre, é claro, as tulipas, cuja exportação é motivo de orgulho nacional desde o século 17. Nos Jardins de Keukenhof, fundado em 1949, elas aparecem em 800 variáveis.

Bulbos sendo plantados um a um. Crédito:
Bulbos sendo plantados um a um. Crédito: Jardins de Keukenhof/Divulgação

Além dos jardins abertos, o parque possui exposições de diferentes tipos de flores em pavilhões e atrações para as crianças, incluindo playgrounds, fazendinha, labirinto e caças ao tesouro. O complexo também organiza passeios guiados (€ 150 por uma hora), de bicicleta (€ 10 por três horas ou € 15 pelo dia inteiro) ou então de barco (€ 9 por 45 minutos), que navega por um canal em torno dos campos.

No passeio guiado, especialistas explicam tudo sobre as plantas, os métodos de cultivo, a temática por trás dos desenhos e a tradição das tulipas holandesas. Crédito:
No passeio guiado, especialistas explicam tudo sobre as plantas, os métodos de cultivo, a temática por trás dos desenhos e a tradição das tulipas holandesas. Crédito: Jardins de Keukenhof/Divulgação

Para chegar até lá, existem ônibus que partem da estação de trem de Amsterdã chamada “RAI – Europaplein”. Nesse caso, paga-se por um ingresso combinado que dá direito à entrada no parque e ao transporte de ida e volta por € 33,50. Também há ônibus saindo do Aeroporto de Schipol e das cidade de Haarlem e Leiden por € 29,50. Os bilhetes devem ser adquiridos pelo site, clicando em “order combitickets bus”.

Jardins de Keukenhof, Lisse, Holanda
Os ônibus que fazem o trajeto são da empresa ARRIVA. Crédito: Jardins de Keukenhof/Divulgação
Continua após a publicidade

Só não alimente muitas esperanças de encontrar uma paisagem florida só para você: o lugar recebe cerca de 800 mil visitantes por mês. Para driblar um pouco a multidão, o melhor a fazer é ir bem cedo, antes da chegada dos ônibus de excursão, ou no final da tarde, quando eles já foram embora. Em tempo: Keukenhof fica aberto das 8h às 19h30. Veja, a seguir, um vídeo que mostra os jardins em 2022:

View this post on Instagram

A post shared by Keukenhof (@visitkeukenhof)

Regras de entrada

Desde o dia 23 de março, não é mais necessário fazer um teste de Covid-19 para entrar na Holanda. Basta apresentar formulário de saúde preenchido e comprovante de vacinação completa há pelo menos 14 dias com Pfizer, AstraZeneca, Janssen ou Coronavac. Se a última dose tiver sido aplicada há mais de 9 meses, é preciso ter também a dose de reforço. Além disso, todos os viajantes devem preencher uma declaração com dados referentes à vacina.

Veja um roteiro de dez dias pela Holanda com visita a Keukenhof

Tudo sobre Holanda

Busque hospedagem na Holanda

Continua após a publicidade

Publicidade