VT Responde: Itália, Dallas e Salvador

Um roteiro rodoviário pelo sul da Itália, passando por cidades medievais, montanhas, praias e mais. Dicas para aproveitar o stopover em Dallas, no Texas. Lugares com clima de romance em Salvador. Conte sempre com a <strong>VT</strong>, meu rei

Vou viajar para o sul da Itália, em junho, por 20 dias. Quero começar por Pescara, na  região de Abruzzo, e ir até Reggio di Calabria, na Calábria, passando por Molise, Puglia e Basilicata. O que é imperdível neste roteiro?

— Jaime Fernandez, São Roque, SP

A italiana Angela Cataldi, que trabalha na Gartour, agência de receptivo em Roma, considera o sul uma das partes mais bonitas da Itália, ainda que seja menos visitada por brasileiros. Jaime pretende passar por cinco regiões, que são o equivalente a estados aqui no Brasil. Começando por Pescara, na região de Abruzzo, uma das porções mais verdes do país, Angela recomenda o Parco Nazionale d’Abruzzo (parcoabruzzo.it), que tem montanhas quase intocadas; e também a cidade medieval Castel del Monte, do século 13, muito bem preservada. Vizinha a Abruzzo está a região de Molise, o ponto da viagem em que você começará a ver uma sequência de cidades idílicas à beira do Adriático, como Termoli. Ao entrar na Puglia, que se estende até o “salto da Bota”, siga em direção à Península de Gargano, trecho que combina estradas cênicas, montanhas e mar esverdeado. Dos vilarejos de Peschici e Vieste, erguidos sobre escarpas que avançam mar adentro, saem embarcações para Isole Tremiti, um arquipélago com cinco pequenas ilhas que vale um bate e volta. Dali siga até Bari, cidade universitária que guarda um castelo do século 13, o Normanno-Svevo. Continue em direção a Polignano a Mare, trecho repleto de falésias e praias. No caminho para a Calábria, vale entrar em Alberobello para ver as curiosas casinhas de telhados cônicos, os Trulli, e também na vizinha Taranto, que guarda ruínas gregas do século 6. Na Basilicata, o hit é Matera, cidade medieval cuja principal atração são os sassi, casas-grutas esculpidas nas pedras. Aproveite para ficar bem hospedado no Palazzo Margherita (coppolaresorts.com/palazzomargherita; diárias desde € 360), o mais recente hotel de Francis Ford Coppola, na cidade de Bernalda, terra-natal do avô do cineasta.

Pretendo conhecer Dallas antes de seguir para Las Vegas e gostaria de dicas de hotéis, passeios e algum jogo esportivo.

— Sandra de Carvalho, São Paulo, SP

A brasileira Camila Ortiz mora em Dallas há oito anos e tem sugestões. “A cidade é uma das dez mais populosas dos Estados Unidos e está bastante espalhada – não dá para abrir mão do carro. Sugiro que vocês se hospedem em Downtown, no hotel W (starwood.com; diárias desde US$ 240), um dos melhores. Próximo dele fica o Sixth Floor Museum (jfk.org), que funciona a Dealey Plaza, local em que John F.Kennedy foi assassinado. O lugar conta a trajetória do ex-presidente por meio de fotos, vídeos e documentos. Um oásis na cidade é o jardim botânico Arboretum (dallasarboretum.org), que fica em volta do Lago White Rock, a 20 minutos de Downtown”. Outro consultor é Gustavo Bottino, sócio do restaurante paulistano BOS BBQ, especializado em carnes à moda texana e habitué de Dallas. “Recomendo o restaurante Bolsa Mercado (bolsadallas.com), que também dubla de armazém gourmet e bar e está em um prédio histórico maravilhoso do Bishop Rrts District, região com muitos bares, galerias de arte e cafés.” Dallas tem tradição em basquete. A arena do American Airlines Center (americanairlinescenter.com) é a casa do Dallas Mavericks, um dos top teams da NBA, a liga principal de basquete americana.

O Sixth Floor, museu dedicado ao ex-presidente Kennedy, em Dallas O Sixth Floor, museu dedicado ao ex-presidente Kennedy, em Dallas

O Sixth Floor, museu dedicado ao ex-presidente Kennedy, em Dallas (/)

O Sixth Floor, museu dedicado ao ex-presidente Kennedy, em Dallas – Foto: Tips Images/Guido Alberto Rossi/Diomedia

Alguma sugestão para um roteiro casalzinho por Salvador?

— Cassia Viviane, Rio de Janeiro, RJ

A repórter Mirela Mazzola, que esteve em Salvador para a publicação COMER & BEBER SALVADOR, da revista VEJA, sugere: “Imperdível é a Igreja e Convento de São Francisco (Largo do Cruzeiro), com interior forrado de ouro. Na saída, em frente, está a sorveteria Le Glacier Laporte (81/3266-3649), que serve sabores pouco comuns, como mel com gengibre e coco com cachaça. Para um jantar romântico, reservem uma mesa no Amado (Avenida Contorno, 660, Comércio), que tem vista de cair o queixo para a Baía de Todos os Santos.

→ Para participar, envie sua dúvida para vt.responde@abril.com.br. As perguntas selecionadas serão respondidas apenas nesta seção

Leia mais:

Check-in ##– Veja outras reportagens da edição de MARÇO de 2013 da VT

Orlando: felizes para sempre ##– Reportagem da Viagem e Turismo

Minas Gerais, cruzeiros no Caribe e Nova York ##– A VT responde mais dúvidas

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s