VT Responde: Fernando de Noronha, Las Vegas e Manchester

Jeitos de economizar em Fernando de Noronha. A boa do Réveillon em Las Vegas. Os melhores passeios em Manchester e região

Por Fabrício Brasiliense (Edição) Atualizado em 6 jul 2021, 16h32 - Publicado em 10 out 2013, 12h49

Fernando de Noronha é sempre cara, ou há épocas mais em conta?

— Williane Bezerra, Alagoinhas, BA

A jornalista Verônica Fraidenraich, habitué da ilha, tem as dicas. “Noronha é cara, mas há meses menos caros, como abril, maio e junho, época de chuvas (a CVC afirma dar descontos de até 20% para saídas durante o período). Se você decidir por essa época e preferir ir por conta, tente negociar o valor das diárias nas pousadas e monitore a previsão do tempo antes de comprar o aéreo. Eu já peguei dias lindos mesmo em meses ditos chuvosos. Quando for contratar passeios, questione a possibilidade de mudar o dia caso o tempo esteja ruim. Evite sempre feriados prolongados e o verão, principalmente os dias em que algum cruzeiro atraque na ilha, o que inflaciona todos os serviços. Como o aéreo para o arquipélago costuma ser caro, comprá-lo junto com um pacote, com hospedagem incluída, costuma valer a pena. Nas refeições, sempre dá para economizar. Ao lado da agência do Santander, no Bar do Jacaré, você paga R$ 18 e come à vontade. A Praça Flamboyant reúne opções econômicas, como o restaurante por quilo Flamboyant, o ousadia, que serve bons sanduíches, e a soparia Cantinho da Paz, com suas tapiocas, seus sanduíches e suas sopas. Ainda dá para economizar no transporte optando pelo ônibus circular que leva às melhores praias. A diária de um bugue sai em média por R$ 150, mas os pousadeiros sempre conhecem alguém que tem um carro um pouco mais em conta. Se a grana estiver curta para fazer um mergulho com cilindro (R$ 330), faça pelo menos o passeio de prancha submarina (R$ 95), em que você é rebocado por um barco.”

No Réveillon em Las Vegas, qual é o melhor lugar para ver os fogos e quais hotéis e boates têm as melhores festas?

— Paula Carvalhaes, Rio de Janeiro, RJ

A carioca Nathalia Tosto, autora do blog Coisas que Amamos (coisasqueamamos.com), passou uma virada lá e tem as coordenadas. “A partir das 6 da tarde, a strip, rua que concentra os hotéis e cassinos, fecha para carros e uma multidão de mais de 300 mil pessoas toma conta. Vegas é um dos poucos lugares do país onde é permitido consumir bebidas alcoólicas em lugares públicos – boa notícia caso você opte por um réveillon low-cost. De lá é possível ver a queima de fogos, que se reveza a cada ano entre os hotéis às margens da strip. Todos os grandes resorts costumam organizar festas hiperbólicas que vão do black tie até shows de rock e música eletrônica, passando por performance de Celine Dion. No ano passado, no Hard Rock (hardrockhotel.com) teve show do Black Keys e, no Cosmopolitan (cosmopolitanlasvegas.com), do Red Hot Chili Peppers. A partir de novembro, fique ligada no site vegas.com, que traz a programação da virada.”

Meu marido e eu vamos fazer um intercâmbio de 15 dias em Manchester. Gostaria de sugestões de passeios.

— Camila de Sá, Juiz de Fora, MG

A jornalista Claudia Bellizzi mora há três anos em Liverpool, pertinho de Manchester, e escreve no blog Por Aí na Inglaterra (porainainglaterra.blogspot.com.br). “Para descobrir Manchester, sugiro começar pelo Lowry (thelowry.com), complexo com galerias de arte, museus, pubs e restaurantes. a cidade abriga museus interessantes, como o Science and Industry (mosi.org.uk). O templo do consumo é o Trafford Centre (intu.co.uk/traffordcentre), o segundo maior shopping do Reino Unido. Vocês podem aproveitar um fim de semana para conhecer Liverpool. Lá, além de visitar o lendário Cavern Club (cavernclub.org), onde os Beatles iniciaram a carreira, não deixem de dar um pulo no Albert Dock (albertdock.com), à beira do rio Mersey, que abriga lojas, pubs e dois importantes espaços de arte: a Tate Liverpool (tate.org.uk) e o Museum of Liverpool (liverpoolmuseums.org.uk/mol).

O Cavern Club, a eterna primeira casa dos Beatles, em Manchester, Inglaterra O Cavern Club, a eterna primeira casa dos Beatles, em Manchester, Inglaterra

Continua após a publicidade

O Cavern Club, a eterna primeira casa dos Beatles – Foto: Vidler Steve/Glow Images

Leia mais:

Fernando de Noronha ##— Presente mais que perfeito

 

Love, love, love ##— Os melhores destinos do mundo para ir a dois

 

Las Vegas all in ##— A capital mundial do entretenimento

 

O mundo é uma bola ##— As principais atrações de clubes no Brasil e no exterior

 

Continua após a publicidade

Publicidade