Um amigo me indicou

Quer saber onde comer bem em um ambiente descolado que é a cara de Nova York? Indicamos cinco lugares que não custam tanto

Por Rui Porto 8 set 2011, 12h06

Meu irmão sempre diz que para saber de hotéis e restaurantes superestrelados não precisamos das dicas dos amigos. Todos os guias já são capazes de dizer quais são eles, onde ficam e, claro, as pequenas fortunas que custam. Mas em Nova York, assim como em outras metrópoles, não é tão simples encontrar restaurantes que atendam aos três requisitos que um viajante minimamente esperto procura: boa comida, lugar agradável com gente interessante e preços razoáveis. Por isso, divido com o leitor alguns endereços descolados que amigos locais enerosamente me indica-ram para morder a maçã sem estourar o cartão de crédito.

O Blue Hill (75 Washington Place, 1-212/539-1776, bluehillfarm.com; Cc: A, M, V) fica em um dos lugares mais charmosos de Manhattan, perto de Washington Square. Sua decoração é caprichada, o salão se expõe à meia-luz e a clientela é jovem. O cardápio, feito de receitas com ingredientes orgânicos, tem saborosos minihambúrgueres de aspargo. Mais barulhento, mais escuro e com um público ainda mais jovem, o Stanton Social (99 Stanton Street, 1-212/995-0099, thestantonsocial.com; Cc: A, M, V) fica no Lower East Side e é para quem gosta de uma refeição em muitas etapas e pequenas porções. Ideal para indecisos e curiosos. Você prova um pouco de tudo e sai satisfeito – cada prato (ou melhor, pratinho) é mais gostoso que o outro.

Spuntino é como os italianos chamam uma pequena refeição. Mas o pequeno e acolhedor Frankies Spuntino (457 Court Street, 1-718/403-0033, frankiesspuntino.com; Cc: todos) vai além. Procurado por quem quer almoçar sem tanta pressa, ele tem pratos italianos caseiros e preços ainda mais apetitosos que as receitas.

O The Modern (11 W 53 Street, 1-212/708-9400, themodernnyc.com; Cc: todos) é o restaurante do MoMa, o museu que tem a maior coleção de arte moderna do mundo. Não é tão barato, mas também não é nada que obrigue você a lavar os pratos no fim do almoço. Excelente cozinha autoral do chef Gabriel Kreuther. Reservas são indispensáveis.

No fim da lista está o Boathouse (East 72nd Street, Central Park, 1-212/517-2233, thecentralparkboathouse.com; Cc: todos). O restaurante fica no meio do parque que é a alma da cidade e é ideal para um sanduíche com champanhe no fim de tarde. É turístico e fará você se sentir em um filme de Woody Allen. O lugar tem a cara de Nova York.

Continua após a publicidade

Publicidade