Triplica o número de vistos negados para brasileiros nos EUA

Em 2016, a cada seis pedidos de brasileiros por vistos nos Estados Unidos, um foi negado

O sonho do fim da exigência do visto para viajantes brasileiros entrarem nos Estados Unidos está bem mais distante. E não é porque Donald Trump ganhou as eleições americanas. De acordo com a Embaixada dos EUA no Brasil, o número de vistos negados no país triplicou em 2016, chegando a 16,7%, contra apenas 5,4% em 2015.

Na prática, isso quer dizer que, em média, a cada seis pedidos de vistos, um foi negado. Para que a isenção do documento para turistas seja avaliada, é necessário que o número de recusas esteja abaixo de 3%.

Oficialmente, a Embaixada não comenta os motivos para esse aumento, porém, a crise política, o maior número de desempregados no país e a recessão econômica devem ser os principais motivadores, já que, nesse cenário, a tendência é que mais pessoas tentem emigrar de forma ilegal. Isso é, tirem vistos de turista ou estudante, viajem para um país no exterior, procurem um emprego informal e permaneçam lá por mais tempo que o permitido.

Na Europa, onde a maioria dos países não exige visto para brasileiros, o número de viajantes barrados também cresceu em 2016 e é o maior desde 2012. No primeiro trimestre desse ano, 883 pessoas não conseguiram entrar em território europeu e foram enviados de volta para o Brasil. Se essa tendência se mantiver, até o final de 2016, mais de três mil brasileiros terão suas viagens para o continente frustradas e nós continuaremos ocupando a oitava posição entre as nacionalidades mais barradas nos aeroportos europeus, principalmente em Portugal e na Espanha.

Quer viajar sem medo de ser barrado? Para os países da América do Sul não é necessário passaporte, muito menos visto, e há diversas atrações incríveis para conhecer: deserto, salares, geleiras, estações de esqui, vinícolas, maravilhas do mundo moderno, patrimônios da humanidade, alguns dos melhores restaurantes do mundo, praias caribenhas

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s