Ryanair muda política para incentivar o despacho de bagagens

Levar duas malas de mão na cabine só será possível para passageiros que pagarem €5 a mais

A RyanAir, uma das maiores companhias aéreas de baixo custo da Europa, anunciou uma mudança na sua política de bagagens, que entra em vigor a partir de 15 de janeiro de 2018. Com o intuito de reduzir atrasos, a aérea barateou o preço da bagagem despachada e passou a cobrar mais de quem levar malas dentro da cabine.

Como era

Qualquer passageiro hoje podia transportar até duas bagagens dentro da aeronave: uma mochila pequena, que não ultrapassasse o tamanho de 35cm x 20cm x 20cm, e uma mala maior, de até 10kg, com dimensões de até 55cm x 40cm x 20cm.

Como fica

Desde janeiro, só podem transportar dois itens nas especificações acima os 90 primeiros passageiros com o chamado embarque “prioritário”, ou seja, aqueles que adquiriram passagens nas modalidades Plus, Flexi Plus ou Family Plus ou que pagaram €5 a mais no ato da compra (é possível aderir à “prioridade” até uma hora antes do embarque, por €6). Os passageiros que optarem por não pagar a taxa extra só poderão levar a mochila pequena na aeronave – a maior, de até 10kg, será despachada gratuitamente.

Atrasos

Segundo a low-cost, como muitos passageiros levavam duas malas na aeronave, não havia espaço suficiente para todos, especialmente em voos mais lotados, e aqueles que entravam depois tinham dificuldade em encaixar suas bagagens, causando atrasos nas decolagens. Com a nova política, a RyanAir quer incentivar mais passageiros a despacharem suas bagagens, o que tornará os embarques mais rápidos e diminuirá os atrasos.

Além dessa mudança, em 1° de novembro a RyanAir diminuiu de €35 para €25 o valor do despacho de bagagens maiores adquirido com a compra da passagem (se você deixar para adicionar o despacho depois da compra ou no aeroporto, a taxa será de €40) e aumentou o peso máximo de bagagens despachadas de 15kg para 20kg.

A RyanAir não opera voos para o Brasil, mas começou em maio uma parceria com a Air Europa, que permite que os passageiros brasileiros comprem, ao mesmo tempo, uma passagem para Madri, operada pela Air Europa, e uma passagem de baixo custo da RyanAir entre a capital espanhola e outro destino europeu.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s