Reino Unido deixa a União Europeia: sabia que isso pode ser bom para os brasileiros?

Especialista ouvido pela VT não crê em saída de outros países da UE, prevê crise econômica no Reino Unido e acredita que destino ficará mais aberto e menos caro

Por 51,9% votos a favor e 48,1% contra, os britânicos decidiram pela saída do Reino Unido da União Europeia, em plebiscito realizado nesta quinta-feira, dia 23 de junho.

O resultado histórico levou o primeiro-ministro David Cameron, defensor da permanência do Reino Unido no bloco, a anunciar sua renúncia para até outubro, quando um novo premiê britânico tomará posse.

Formado pela Inglaterra, Escócia, Irlanda do Norte e pelo País de Gales, o Reino Unido tem agora um prazo máximo de dois anos para concluir o processo de saída. “Como é um procedimento inédito, as questões de maior complexidade podem levar mais tempo do que isso”, diz Oliver Stuenkel, Professor de Relações Internacionais da FGV-SP, que cita como um dos imbróglios a solução a ser dada para os britânicos que moram em outros países da Europa.

+ As imagens dos destinos mais clássicos do Reino Unido

A libra teve forte queda em relação ao euro e o dólar, chegando a valer, respectivamente, € 1,20 e US$ 1,32 nesta sexta-feira, a menor cotação em relação à moeda americana nos últimos 31 anos e a mais baixa em relação à europeia desde maio de 2014. Após uma leve recuperação, a libra fechou o dia em € 1,23 e US$ 1,37, ainda cotações muito baixas.

No Brasil, o euro seguiu o viés de queda das últimas semanas. Após baixar a R$ 3,71 (patamar de 11 meses atrás), a moeda reagiu, valendo R$ 3,74 no fim da tarde. Em um gráfico semelhante, a libra desceu a R$ 4,59, oscilou e fechou o dia em R$ 4,61, a mesma cotação de maio de 2015.

Para Stuenkel, da FGV, a reação cambial foi um pouco exagerada, mas antecipa novos tempos para a economia britânica. “Foi um choque a saída do Reino Unido, todos esperavam a permanência na União Europeia”, diz o professor. “A crise econômica que virá vai enfraquecer a libra a longo prazo, talvez não nos níveis baixíssimos de hoje, mas a minha expectativa é de que viajar para a Inglaterra ficará mais barato”, acredita.

+ 30 fotos que vão mudar o seu conceito sobre a Inglaterra

+ Os 12 melhores destinos do Reino Unido, a partir de Londres

Outro efeito imediato na Europa foi a manifestação dos “eurocéticos”, os críticos à existência da União Europeia como bloco político e econômico nos moldes atuais. Pesquisas já teriam indicado que a maioria das populações da Holanda, Dinamarca e Suécia também são a favor de deixar a UE, o que poderia criar um efeito dominó. Líderes de oposição da França e da Holanda, por exemplo, já pediram plebiscitos em seus países.

“Para evitar que outros países sigam o exemplo, a União Europeia tem interesse estratégico em fazer com que a saída seja muito dolorosa para o Reino Unido”, afirma Stuenkel, para quem não haverá debandada da UE. “A própria Escócia deve ter um referendo para sair do Reino Unido e ingressar de volta à União Europeia, o que provavelmente vai acontecer”, diz.

Stuenkel acredita que, além de aproveitar um certo barateamento do país, os viajantes brasileiros poderão ter até mais facilidades de entrar no Reino Unido, já que o turismo exerce papel importante na economia britânica. “Com a probabilidade bastante alta de haver uma crise econômica, o Reino Unido fará de tudo para reduzir o impacto da saída do bloco e se mostrar um país aberto, apesar do caminho nacionalista adotado no plebiscito”, avalia. “Eu acho que eles vão facilitar ao máximo a entrada de turistas. A União Europeia pode até dificultar o ingresso dos britânicos, mas não os britânicos dos outros viajantes”.

Por enquanto, nenhuma mudança na entrada de turistas brasileiros foi anunciada. “Eu acho que eles vão manter o esquema bilateral de liberação de vistos com o Brasil”, crê Stuenkel. “O único impacto perceptível a curto prazo é positivo, já que o país está um pouco mais barato”.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s