Praia, só na praia

Nossa colunista não se conforma com as areias que surgem nas capitais europeias durante o verão

Quem precisa de um caixote de areia para se esticar no verão quando se tem, no caso de Paris, um Jardin du Luxemburg, um Bois de Boulogne ou uma Place des Vosges? Ou, no caso de Viena, um verdejante Burggarten? Ou, para falar em Varsóvia, um elegante Parque Lazienki? Você pode até achar que estou sendo mal-humorada, mas a realidade é que essas praias artificiais que “dão vida” às margens de alguns grandes rios europeus durante o verão me deprimem.

Pior: a cada ano, as imagens de urbanoides branquelos estirados à beira do Sena dão a volta ao mundo nos blogs e revistas de viagem – sempre como se aquilo fosse uma sacada genial e como se tudo o que há em Paris estivesse obrigatoriamente cercado de uma aura de glamour. Glamour? Sinceramente, acho que brincar em um tanque de areia é algo que pode ser bacana até uns 8 anos de idade. Depois disso, tenho minhas dúvidas. Os defensores podem alegar: é a única chance que eles têm de curtir algo mais parecido com uma praia. Não me convence.

No caso de Viena, vá por mim, acho bem mais agradável do que a praia à beira do Danúbio o terraço do restaurante Motto am Fluss, que fica logo em frente. Melhor ainda se você pedir um Aperol Spritz (mistura de vinho branco ou prosecco, soda, laranja e Aperol). O.k., um argumento a favor das praias é a programação cultural que acontece em seus domínios no verão, o que pode até justificar um pulinho vez ou outra. Segundo uma amiga, a praia de Varsóvia é o lugar mais badalado da cidade nessa época. Ela contou que dia desses participou de uma festa ótima: fazia 12 graus, ventava e garoava. As pessoas batiam o queixo.

Ô, delícia. Serei uma eterna defensora do clássico hábito do europeu de fazer de seus parques as suas praias – e sem areia. Paris, Viena, Varsóvia… vocês não precisam disso, meninas.

→ Adriana Setti “faz a egípcia” quando topa com uma praia…

Leia mais:

Check-in ##– Veja outras reportagens da edição de setembro da VT

O que fazer em Paris ##– Museus, igrejas, parques, compras…

Onde comer em Paris ##– Restaurantes, bistrôs, cafés, bares…

Os melhores blogs de viagem ##– Reportagem da Viagem e Turismo

Europa: tá barato, tá barato, tá barato ##– Reportagem da Viagem e Turismo

Manual de sobrevivência na Europa ##– Reportagem da Viagem e Turismo

Achados ##– O blog da Adriana Setti no viajeaqui

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s