Perfis do Instagram que viraram negócios: Destinos Imperdíveis

Além do fenômeno dos blogs de viagem (uhul), parece que o mundo do turismo tá felizmente fadado a outro grande empreendimento. É o Instagram. Acho que não conheço uma pessoa que faça parte da rede social e não siga a pelo menos um perfil de viagem.

+ 10 perfis do Instagram que você precisa seguir

Foi nessa onda que algumas contas brasileiras independentes cresceram, começaram a fazer sucesso e abriram suas próprias empresas. A receita? Uma identidade visual forte, interagir com outros usuários e postar com frequência. Veja mais aqui.

Pra dar início a minha rodada de posts sobre perfis do Instagram que viraram negócios conversei com o Andy Spinelli, criador do Destinos Imperdíveis, que na semana passada completou 100 mil seguidores. Em seis meses, o DI já tinha mais de 20 mil followers, e hoje o Andy também toca um segundo projeto, o 3em3.

 

@destinosimperdiveis

“Cansado de ver tanta foto de destino sem nenhuma informação, resolvi, no final de 2013, dar vida a um passatempo chamado Destinos Imperdíveis. Uni minhas três paixões: viagens, fotografias e redes sociais. O diferencial? Meus posts traziam uma breve descrição do local, incluindo dicas de como chegar, principais atrações e curiosidades. Com seis meses, já eram mais de 20 mil seguidores. E assim surgiram os primeiros contatos e convites. Foi aí que o projeto saiu do nível de diversão e acabou virando uma empresa. Viagens nacionais, internacionais e parcerias com grandes marcas levaram o DI a um novo patamar e a números cada vez maiores. Acabou que me juntei a outros três amigos e resolvi fundar também o 3em3, canal de vídeos de em geral três minutos com dicas de viagens divididas por destinos. Já contamos com mais de 20 episódios, gravados em nove países até o momento, e 120 mil visualizações no YouTube.”

Quer ter uma foto diferenciada do principal cartão-postal romano? O Fórum Romano, outra famosa atração de Roma, possui uma vista privilegiada do Coliseu. De lá, é possível ver tanto a fachada quanto a parte interna do incrível anfiteatro. Além da belíssima vista e da oportunidade de voltar com uma boa foto, você ainda conhece as ruínas de diversas construções de grande importância histórica e cultural (foto e textp: Andy Spinelli)

Quer ter uma foto diferenciada do principal cartão-postal romano? O Fórum Romano, outra famosa atração de Roma, possui uma vista privilegiada do Coliseu. De lá, é possível ver tanto a fachada quanto a parte interna do incrível anfiteatro. Além da belíssima vista e da oportunidade de voltar com uma boa foto, você ainda conhece as ruínas de diversas construções de grande importância histórica e cultural (foto e texto: Andy Spinelli)

Se durante o dia Bruges já é um charme, a noite ela fica ainda mais espetacular. As luzes se acendem, iluminando os canais e monumentos próximos ao centro e revelando uma cidade que parece ser cenográfica de tão bela. O local mais fotografado é o Dijver Canal, bem pertinho do Grote Markt. Vá equipado com um tripé e configure sua câmera para longa exposição, assim você captura melhor as luzes e a água fica parecendo um espelho (foto e texto: Andy Spinelli)

Se durante o dia Bruges já é um charme, de noite ela fica ainda mais espetacular. As luzes se acendem, iluminando os canais e monumentos próximos ao centro e revelando uma cidade que parece ser cenográfica de tão bela. O local mais fotografado é o Dijver Canal, bem pertinho do Grote Markt. Vá equipado com um tripé e configure sua câmera para longa exposição, assim você captura melhor as luzes e a água fica parecendo um espelho (foto e texto: Andy Spinelli)

Estados Unidos e Canadá dividem as majestosas Cataratas do Niagara, da mesma forma que Brasil e Argetina fazem com as Cataratas do Iguaçu. Mas ninguém melhor que canadenses e norte-americanos para transformar a beleza natural em uma lucrativa atração turística. Há inúmeras formas de conhecer as cataratas: passeios de barco, torres de observação, escadarias, elevadores que te levam bem próximo das quedas d'água e até mesmo vôos de helicóptero. Se estiver do lado canadense e quiser ver as cataratas do alto, uma boa pedida é a Skylon Tower que oferece observatório de 360 graus e a possibilidade de fazer uma foto como essa (texto e foto: Andy Spinelli)

Estados Unidos e Canadá dividem as majestosas Cataratas do Niágara, da mesma forma que Brasil e Argentina fazem com as Cataratas do Iguaçu. Mas ninguém melhor que canadenses e norte-americanos para transformar a beleza natural em uma lucrativa atração turística. Há inúmeras formas de conhecer as cataratas: passeios de barco, torres de observação, escadarias, elevadores que te levam bem próximo das quedas d’água e até mesmo vôos de helicóptero. Do lado canadense, uma boa pedida é a Skylon Tower que oferece observatório de 360 graus e a possibilidade de fazer uma foto como essa (texto e foto: Andy Spinelli)

Na semana que vem, a Raquel Furtado, do Vamos Pra Onde, vai compartilhar mais dicas sobre o caminho do sucesso aqui no Cliques.

Siga no Instagram: @anna.laura e @viagemeturismo

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s