Pacífico ou Caribe? Na Costa Rica você pode conhecer os dois

A natureza esbanja belezas nos mais de 1200km de praia de um país tão pequeno quanto rico em diversidade

Por Lívia Aguiar Atualizado em 28 ago 2019, 14h31 - Publicado em 15 fev 2016, 15h38

Apenas 120 quilômetros e uma cordilheira de montanhas separam o Caribe do Pacífico no ponto mais estreito da Costa Rica. O nome do país, aliás, foi muito bem dado, já que seus mais de 1200 km de praias, costões rochosos e manguezais apresentam paisagens riquíssimas, de encher os olhos. Em um único (e atarefado) dia, é possível ver o nascer do sol no Caribe enquanto toma café da manhã, depois subir até o topo de um vulcão, descer e chegar à costa Pacífico a tempo de uma piña colada enquanto assiste a um dos pores do sol mais coloridos que você vai ver na vida.

A costa do lado do oceano Pacífico é mais popular do que sua vizinha caribenha, mas as duas tem seu lado apaixonante. No Pacífico, o surfe é abundante, o clima é árido, quase desértico, os hoteis são mais luxuosos e o pôr do sol é invariavelmente cenográfico: o céu se pinta de todas as cores. Do outro lado, no Caribe, o mar é bastante quente, a natureza é mais exuberante, as águas são calmas na maioria das praias (mas algumas ficam favoráveis ao surfe de novembro a maio), há menos turistas e o nascer do sol é belo – se você conseguir acordar.

A Costa Rica sabe cuidar bem de sua natureza: é o país com maior porcentagem de território regido por leis de proteção ambiental em todo o mundo e abriga 5% da biodiversidade do planeta. São 35 parques nacionais e oito reservas biológicas cujas superfícies somadas correspondem a 26% de seus 51 mil km²!

Além de todas essas vantagens, é o país mais estável politicamente da região, o que lhe rendeu o apelido de “Suíça da América Central”. Já pode começar a procurar passagens para San José, a capital, e decidir em qual das duas costas você vai começar suas férias!

Continua após a publicidade
Publicidade