Os mais belos edifícios do mundo das últimas décadas

Sustentáveis, espetaculares e inovadores, conheça os prédios que são os novos ícones do mundo da arquitetura

Por Eduardo Jun Marubayashi 3 jul 2013, 17h07

Obra faraônica. Todo mundo já ouviu essa expressão. Isso por que todo governante um tanto mais megalomaníaco que a média ordenou a construção de um edifício espetacular, de formas iconoclastas. Seja para eternizar sua memória ou marcar uma fase áurea de seus domínios, todos queriam criar uma nova pirâmide de Gizé, uma nova maravilha do mundo. Que Hérodoto inclua minha obra em sua lista! Vez ou outra essas edificações espetaculares eram fruto do poderio da Igreja, foram criadas para serem desmontadas — mas continuaram por aí (como a London Eye e a Torre Eiffel) — ou simplesmente era um singelo (e caro) gesto de amor (o Taj Mahal).

Nas últimas décadas iniciou-se entre cidades emergentes a corrida pela construção de ao menos um edifício projetado por arquiteto de grife. Não é exatamente um movimento novo, algo já visto nos arranha-céus da Nova York do início do século 20 e na Paris da década de 1980 e os Grands Travaux de François Mitterand. Agora é a vez de cidades como Pequim, Doha, Cingapura e Abu Dhabi entrarem na festa. Conheça agora os mais belos “novos” edifícios do mundo.

Publicidade