O que fazer em Lima

Seguindo a série de posts sobre o Peru que eu comecei com a pergunta da Rosane.

Leia também: Como montar um roteiro pelo Peru

Roteiro: Cusco, Vale Sagrado e Machu Picchu

De ônibus de Cusco a Puno

 Roteiro: Puno e Lago Titicaca

 

Muita gente pula Lima quando vai ao país (mesmo com todo alarde sobre a cena gastronômica da cidade), o que eu acho extremamente injusto. A capital merece pelo menos uma ou duas noites de estadia, mesmo porque, todos os voos do Brasil ao Peru passam por lá.

 

MIRAFLORES

Se hospede aqui; o bairro é seguro e agradável e guarda vários hotéis e os restaurantes tops da cidade (aqueles que causam todo o alarde). Perambule também pelo Parque Kennedy e seus arredores.

ONDE COMER

Astrid Y Gastón/ Foto: Heather Sperling

Astrid y Gastón/ Foto: Heather Sperling

Astrid y Gastón – o melhor da Améria Latina pela lista da revista Restaurant (na edição latino-americana). Não se intimide pelo título; se pedir os pratos à la carte dá pra comer por volta de R$ 200 (duas pessoas). Eu provei o cuy (prazer, porquinho da índia), é absolutamente delicioso.

Pescados Capitales – frutos do mar, de cara para o mar.

Central – comida peruana em versão mega modernosa.

Maido – fusão japonesa-peruana.

Fiesta – comida do norte do Peru. O prato da casa é o arroz de pato no estilo de Chiclayo, a cidade da família do chef.

La Lucha – para almoçar, os melhores sanduíches da cidade, baratinhos.

 

CENTRO

Interior da Catedral/ Foto: Divulgação

Interior da Catedral/ Foto: Divulgação

Coração histórico e comercial de Lima, tem igrejas barrocas e algumas construções coloniais. Comece pela Plaza de Armas e veja ali a linda Catedral de Lima, o Palacio Arzobispal, o barroco Palacio del Gobierno, e o Museo y Catacumbas del Convento de San Francisco. Vale visitar também a Casa Aliaga: ela ocupa um terreno dado em 1535 para Jeronimo de Aliaga, um dos seguidores de Pizarro, e foi habitada por 16 gerações de descendentes dele. Parece um filme de época com os móveis antigos e azulejos.

centro de lima, fabricio

Centro de Lima/ Foto: Fabricio Brasiliense

 

PARQUE DE LA RESERVA

O espetáculo das águas/ Foto: Christian Córdova

O espetáculo das águas/ Foto: Christian Córdova

O bonito parque tem 13 fontes enormes, e todo dia às 19:15, 20:15 e 21:30 há um espetáculo musical de águas, e luzes. Bem bacana.

 

MUSEU LARCO

Museu Larco/ Foto: Fabricio Brasiliense

Coleção erótica do Museu Larco/ Foto: Fabricio Brasiliense

Simplesmente genial e ótimo para entender a sucessão de povos pré-colombianos.  Há joias, cerâmicas e uma curiosa coleção de objetos eróticos, reunidos numa linda mansão do século 18. É essencial para quem vai seguir a Cusco e Machu Picchu.

 

BARRANCO

É o bairro descoladinho da cidade, com bares e galerias de arte. Veja a Puente de Los Suspiros, a Galeria Lucía de la Puente, a mais prestigiada galeria de arte contemporânea de Lima, e à Dédalo, uma loja de corredores labirínticos com trabalhos de mais de mil artistas locais (ótimo para ver algo diferente do festival de bolsas andinas e lhamas de pelúcia que tentam te vender constantemente em todo canto do país).

ONDE COMER

Canta Rana – cevicheria descontraída e barata.

Ayahuasca – bar/restaurante, vários drinques de pisco.

 

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s