O melhor do frio em Campos do Jordão e Gramado

O charme, o aconchego e as delícias de Campos do Jordão e Gramado, as grandes estrelas do inverno brasileiro

Mantiqueira paulista ou serra gaúcha? Glamour e Baden Baden ou jardins de hortênsias e produtos coloniais? Muito frio ou friaca braba? Campos do Jordão e Gramado, destinos serranos que dispensam apresentações, já estão com lareiras acesas, o edredom esticado e a fondue derretendo. Concorrentes em aconchego, boa mesa e paisagens, elas nasceram para o frio, contrariando a paternidade tropical. Compare o poder delas de transformar o inverno na estação mais calorosa do ano.

Châteaux & Estalagens

Hotelões, pousadonas, pousadinhas. Campos e Gramado reúnem variedade respeitável de hospedagens. Na serra paulista, três pousadas AAA surgiram nos últimos dois anos: L.A.H. Hostellerie (desde R$ 930) e We (desde R$ 1 078), que acolhem em clima de casa (com dimensões de mansão), e o poderoso Botanique (desde R$ 2 800). Famílias encontram lazer e relax no Grande Hotel (desde R$ 1 214), no Blue Mountain (desde R$ 950) e no Vila Inglesa (desde R$ 842).

Gramado não fica atrás. Sobra luxo na vivenda do Saint Andrews (desde R$ 1 980), na decoração mimosa da Varanda das Bromélias (desde R$ 812), na La Hacienda (desde R$ 780), rodeada de montanhas, e na Estalagem St. Hubertus (desde R$ 520). Famílias? O Serrano (desde R$ 700) comporta todas, e o Ritta Höppner (desde R$ 400) dá livre acesso ao Mini Mundo. Se os preços assustam, considere a Ararinha Azul (desde R$ 195), em Campos, e a Vovó Carolina (desde R$ 232), em Gramado.

Luxo no piano e na vista do Mina, no Botanique, em Campos do Jordão Luxo no piano e na vista do Mina, no Botanique, em Campos do Jordão

Luxo no piano e na vista do Mina, no Botanique, em Campos do Jordão (/)

Luxo no piano e na vista do Mina, no Botanique, em Campos do Jordão – Foto: Leo Feltran

Fondues e galetos

O Guia Brasil 2013 distribui uma constelação de estrelas para a gastronomia das duas cidades. Gramado manda bem na fondue, premiada nos suíços Belle du Valais (54/3286-1744) e Petit Clos (54/3286-1936), e no galeto do Casa di Paolo (54/3286-7799). Em Campos, merecem as honrarias as salsichas alemãs do Harry Pisek (12/3663-4030), a parrilla do Libertango (12/3663-6218), o menu do chef José Barattino, no Araucária (12/3668-6000), e as redondas da Arte da Pizza (12/3668-6000).

Tem mais nos hotéis de luxo da última safra. No final de 2012, em Campos, o chef Gabriel Broide abriu o contemporâneo Mina (12/3797-6877), no Botanique, com receitas inspiradas no terroir da Mantiqueira. Em Gramado, foi o Saint Andrews (54/3295-7700) que escancarou suas luxuosas portas com um menu confiance. Outros inescapáveis clássicos são a fondue do jordanense Toribinha (12/3668-5000) e a vista-lago do gramadense Bouquet Garni (54/3295-1666). Mais palatáveis ao bolso, há o simpático Empório dos Mellos (12/9748-3366), na área rural de Campos, e o Café com Leite (54/3286-5329), em Gramado.

Fondue do Belle du Vallais, em Gramado Fondue do Belle du Vallais, em Gramado

Fondue do Belle du Vallais, em Gramado (/)

Fondue do Belle du Vallais, em Gramado – Foto: Marcelo Curia

Choco & late

Nas fondues, em barras, em ramas… Chocolate é marca indissociável do inverno. Em Campos, a Bruno Alves produz bombons à base de chocolate belga e, nesta temporada, também com cacau baiano e amazônico. Outros portos seguros do produto são a Montanhês e a Araucária. Heterodoxa, a Sabor Chocolate (sabor.com.br) cobre salgadinhos com a iguaria.

Gramado tem mais de 30 fábricas abertas à visitação, como a Prawer e a Lugano. Além da qualidade, a diversão diferencia as lojas. Na Florybal (florybal.com.br), há minifábrica e pista de patinação, e, na Caracol, um espetáculo conta a história do chocolate.

Plátanos & Araucárias

Os relevos da Mantiqueira e da Serra Gaúcha abrigam muito verde e atrações ao ar livre, complemento perfeito da arquitetura alpina, das hortênsias e dos plátanos dos fofos centrinhos.

Em Campos, há extremos como a placidez dos jardins do Amantikir e as trilhas de fôlego do Horto Florestal, embora a adrenalina more de fato nos arvorismos, rapéis e tirolesas dos parques Aventura no Rancho, Tarundu e Bosque do Silêncio.

Em Gramado, você desacelera no templo tibetano Chagdud Gonpa e, de forma menos ecumênica, às margens do Lago Negro ou nos caminhos suspensos do Parque Knorr. Herança da colonização italiana e alemã, a cidade exibe suas raízes em roteiros de agroturismo (54/3286-1916), nos quais um ônibus leva a casas centenárias que produzem vinho, erva-mate e café colonial.

Cavalgada entre as araucárias da La Hacienda, em Gramado Cavalgada entre as araucárias da La Hacienda, em Gramado

Cavalgada entre as araucárias da La Hacienda, em Gramado (/)

Cavalgada entre as araucárias da La Hacienda, em Gramado – Foto: Marcelo Curia

Hollywood & Berlim

À noite, o programa de Gramado é comer (bem) e, depois, bater pernas com o casaco até as orelhas à espera do frio cortante. Lugares como o Bill Bar e os cafés da Rua Coberta abrem até tarde, mas o itinerário preferido passa por pacatas vitrines e termina cedo. Durante o dia, os visitantes se entretêm com uma infinidade de museus: de cera, de carros antigos (gramadosite.com.br/hollywood), esportivos e de motos (gramadosite.com.br/harleymotorshow), um parque de dinossauros (parqueflorybal.intervene.com.br) e uma cidade em miniatura. Em outra vibe, Gramado proporciona um relax vip no day spa do Kur, um dos tops do país.

Em Campos, a visita ao acervo de arte do Palácio Boa Vista pode surpreender, embora muita gente prefira entornar umas na Baden Baden. À noite, a cidade se transforma. Primeiro, nos bares apinhados de Capivari, como Villa di Phoenix, Forneria Chivas, Safári e, de novo, Baden Baden. Depois, nas baladas paulistanas que sobem a serra – Winter Lounge, Disco, Sirena, Pucci e a novidade Villa Mix.

O frege de Capivari, em Campos do Jordão O frege de Capivari, em Campos do Jordão

O frege de Capivari, em Campos do Jordão (/)

O frege de Capivari, em Campos do Jordão – Foto: Ligia Skowronski

Mozart & Papai Noel

Com tanta gente interessante, o inverno de Campos e Gramado é o palco ideal para grandes eventos. O Festival de Inverno de Campos do Jordão, neste ano em sua 44a edição, terá 64 concertos no Horto, no Auditório Claudio Santoro e em Capivari, vizinho ao Espaço Cultural VEJA SÃO PAULO, que reúne palco para shows, cinema e café. No Sul, agosto é o mês do Festival de Cinema de Gramado (de 9 a 17). No fim do ano, a partir de 1o de novembro, o frescor da serra ambienta a cidade para o Natal Luz, um blockbuster repleto de luzes, corais, paradas e encenações natalinas.

Sapatinhos & Cristais

Onde tem grana, rolam compras, e não seria diferente com Campos, onde há malharias aos borbotões, como a Lunik e a Genève. Durante o inverno, dezenas de lojas se instalam na Rua Djalma Forjaz e no sazonal Shopping Market Plaza, que homenageia Romero Britto em 2013 expondo obras do artista. Em Gramado, nas lojinhas da Borges de Medeiros, os tecidos dão lugar ao couro, vide as botas da Malacara e os casacos da Black Bull. Entre as lembranças, se os famosos móveis da cidade e os relógios de parede da Kuko’s pesarem na mala, leve uma peça decorativa da Cristais de Gramado.

Leia mais:

Check-in ##- Veja outras reportagens da edição de JULHO de 2013 da VT

Campos do Jordão ##- Para quem pode

Gramado ##- Nascida para o frio

Cunha (SP) ##- Campos lado B

Bariloche ##- O esqui é apenas um pretexto

A neve já começou a cair em Valle Nevado ##

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s