Novos geoglifos e linhas de Nazca são descobertos no Peru

Com a ajuda de imagens de satélites e drones, arqueólogos descobriram desenhos milenares feitos pelas culturas Nazca, Paracas e Topará

Arqueólogos peruanos descobriram recentemente mais de 50 novas linhas e geoglifos na província de Palpa, no sul do Peru, segundo noticiou a National Geographic em abril (5). Além disso, o grupo também mapeou em detalhes geoglifos já conhecidos da área usando imagens de satélite e drones.

Segundo a reportagem, alguns dos novos achados fazem parte das famosas linhas deixadas pelo povo Nazca, feitas entre 200 e 700 d.c e localizadas principalmente no deserto de Nazca. Outros registros encontrados na recente empreitada pertenceriam aos povos Paracas e Topará, e datariam entre 500 a.C e 200 d.C., ou seja, por volta de 2.500 anos atrás.

De acordo com a National Geographic, os geoglifos dos Paracas se distinguem das linhas de Nazca por compreenderem majoritariamente guerreiros e outras figuras humanas e por seu posicionamento no solo. Enquanto as últimas foram colocadas em áreas planas e só são geralmente vistas do alto, os primeiros estão situados em morros e provavelmente já poderiam ser vistos à olho nu. Com o tempo, porém, a maioria dos desenhos ficou muito fina e foi quase apagada.

A descoberta contou com a ajuda da plataforma GlobalXplorer, que mapeou possíveis sítios arqueológicos peruanos com imagens de satélite e os entregou à equipe de arqueólogos. Ainda assim, os novos geoglifos só foram identificados com precisão com o voo de drones sobre as áreas demarcadas, já que estes, segundo a reportagem, conseguem captar objetos de menos de 1,5 cm de espessura ao voarem a uma altura de até 60 metros.

Linha de Nazca, em Palpa, Peru As novas linhas e geoglifos foram quase apagadas ao longo do tempo e só puderam ser identificadas com o uso de drones

As novas linhas e geoglifos foram quase apagadas ao longo do tempo e só puderam ser identificadas com o uso de drones (Luis Jaime Castillo/Palpa Nasca Project/National Geographic/Reprodução)

Os arqueólogos continuarão pesquisando por geoglifos em áreas demarcadas pela GlobalXplorer e também pretendem usar as imagens de satélite para documentar os sítios arqueológicos já encontrados e protegê-los de invasões urbanas e rurais não planejadas.

As linhas e geoglifos de Nazca e Palpa compreendem figuras geométricas, humanas e de animais e são reconhecidas como Patrimônio da Humanidade da Unesco desde 1994.

Veja o vídeo da National Geographic:

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s