Ilha da Madeira: tudo o que você precisa saber sobre esse lugar

Conheça o pequeno paraíso localizado em meio ao Oceano Atlântico

Um local ideal para quem busca tranquilidade e paisagens naturais deslumbrantes e também quer sair do óbvio quando se procura viagens à Europa. A Ilha da Madeira, em Portugal, foi considerada por seis anos consecutivos o melhor destino insular do mundo pelos World Travel Awards.

De origem vulcânica, a ilha possui montanhas, vales e penhascos cobertos pela exuberante vegetação laurissilva – nome dado a um tipo de floresta composta por árvores da família das lauráceas. Essa floresta, inclusive, é considerada Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco.

E o destaque da ilha não fica por conta apenas de seus cenários naturais e paradisíacos, não. A gastronomia saborosa com pratos típicos, seus vinhos premiados e hotéis luxuosos cativam turistas de todo o mundo.

Madeira é, na verdade, um arquipélago

Ponta do Sol, considerado um dos lugares mais quentes da Ilha da Madeira

Ponta do Sol, considerado um dos lugares mais quentes da Ilha da Madeira (Andre Carvalho/Divulgação)

Mas, afinal, por que a Madeira tem esse nome? Porque ela é a ilha principal do Arquipélago da Madeira, que conta também com a Ilha de Porto Santo e diversas ilhas e ilhotas divididas em dois grupos: Desertas e Selvagens. A Ilha da Madeira tem cerca de 270 000 habitantes, dos quais 100 000 vivem na capital das ilhas, a cidade do Funchal – parada obrigatória para quem gosta de conhecer cidades históricas, contemplar a arquitetura de igrejas e praças e visitar museus.

Onde fica a Ilha da Madeira e como chegar

De origem vulcânica, a Ilha da Madeira é a ilha principal do arquipélago

De origem vulcânica, a Ilha da Madeira é a ilha principal do arquipélago (Andre Carvalho/Divulgação)

A Ilha da Madeira é um território português localizado em meio ao Oceano Atlântico, por isso não existem vias terrestres que fazem a ligação ao continente. Gosta de cruzeiros? Essa é uma forma de chegar à ilha: a bordo de um barco, atracando no Porto do Funchal. A Ilha da Madeira costuma receber um grande número de cruzeiros durante o ano.

Também é possível chegar à ilha via capitais europeias por meio do Aeroporto Internacional Cristiano Ronaldo, localizado a 20 minutos do centro do Funchal. Se estiver passeando por Lisboa, por exemplo, o voo direto a partir da capital de Portugal tem apenas uma hora e meia de duração. A pista do aeroporto já é um atrativo turístico arquitetônico porque fica suspensa por pilares sobre o mar.

Curiosidade: o aeroporto foi rebatizado em 2017 em homenagem ao atleta Cristiano Ronaldo, nascido no Funchal. Antes era chamado apenas de Aeroporto da Madeira.

Quanto tempo ficar na Ilha da Madeira

A Ilha da Madeira tem clima ameno o ano inteiro

A Ilha da Madeira tem clima ameno o ano inteiro (Andre Carvalho/Divulgação)

Embora a ilha seja pequena, o que dá a impressão de que é possível explorar tudo em poucos dias, existem diversas atividades e atrações para visitar. São trilhas, parques, mirantes, restaurantes e balneários que precisam de, pelo menos, um mês para se conhecer, principalmente para os adeptos do turismo de aventura. Porém, pensando em um roteiro mais básico, o ideal é reservar sete dias da sua viagem, no mínimo, para conseguir aproveitar um pouco de tudo o que a Ilha da Madeira pode oferecer.

Melhor época para visitar a Ilha da Madeira

As piscinas naturais da Ilha da Madeira são um show à parte

As piscinas naturais da Ilha da Madeira são um show à parte (Andre Carvalho/Divulgação)

Por estar em uma localização privilegiada no globo e ser de origem vulcânica, a ilha tem clima ameno e mar com temperatura agradável: é como se fosse primavera o ano inteiro. Mas, assim como qualquer destino, existem vantagens diferentes em cada estação do ano, basta escolher a que melhor se encaixa em seu perfil de viagem.

No verão as temperaturas sobem um pouco, ideal para aproveitar ao máximo os banhos de mar. Quando as temperaturas caem no inverno, o fim de tarde exige casaquinhos mais quentes. E, para quem curte um friozinho, nas montanhas da ilha as temperaturas são mais baixas, com média de 9 °C. Já o outono e primavera são ótimos períodos para quem prefere a baixa temporada.

O que fazer na Ilha da Madeira

A Ilha da Madeira tem lugares impressionantes para visitar, como a Ponta de São Lourenço

A Ilha da Madeira tem lugares impressionantes para visitar, como a Ponta de São Lourenço (Andre Carvalho/Divulgação)

Além de, claro, aproveitar os banhos de mar e piscina natural, há diversas atividades, principalmente ao ar livre, para fazer na região. Confira abaixo cinco passeios para explorar na ilha.

  1. Contemplar a vista de um mirante: por ser montanhosa, a ilha conta com muitos pontos de altitude elevada espalhados por seu território, garantindo vistas inesquecíveis. Destaque para o Cabo do Girão, que fica a 580 metros de altitude e conta com uma plataforma de vidro, chamada skywalk, sobre um paredão de pedra.
  2. Caminhar pelas levadas: os antigos canais de irrigação são chamados de levadas e estão por toda a ilha. Foram construídos pelos colonizadores há mais de quatro séculos para levar água de norte a sul. Os caminhos são belíssimos em meio à vegetação nativa e acabaram virando atração turística.
  3. Passear de barco e ver golfinhos e baleias: a região é lar de diversas espécies de golfinhos e baleias. Nos passeios de barco, é possível avistar os animais em seu habitat natural.
  4. Conhecer plantas e flores exóticas: por conta da localização privilegiada, que oferece um clima de primavera o ano todo, a ilha é um lugar excelente para o cultivo de diversas plantas. Há inúmeros jardins de flores e plantas diferentes e coloridas, além de frutas exóticas.
  5. Subir os mais altos picos da Madeira: para os mais aventureiros, as trilhas são deslumbrantes. Uma das opções mais populares é o Pico do Areeiro, no interior da ilha, que fica a 1 818 metros de altitude. Por ser o segundo pico mais alto da Madeira, quem chega ao topo tem a sensação de estar no céu.

Hotéis na Ilha da Madeira

A Ilha da Madeira tem uma vasta oferta hoteleira, existem diversas opções de quartos, apartamentos, hotéis e hostels que agradam a todos os bolsos e que se encaixam em diversos estilos de viagem. A maioria dos hotéis está localizada no Funchal, principal base dos turistas por ser a maior cidade da ilha, com opções de comércios, restaurantes e vida noturna mais agitada. Mas, para quem quiser algo mais tranquilo e maior contato com a natureza, é só procurar estadias em outras regiões da ilha.

Onde comer na Ilha da Madeira

A gastronomia madeirense tem um toque tropical, com pratos de peixes e frutos do mar

A gastronomia madeirense tem um toque tropical, com pratos de peixes e frutos do mar (Andre Carvalho/Divulgação)

Apesar de ser uma região de Portugal, a culinária madeirense tem um toque tropical graças ao clima perfeito para o cultivo de certas frutas, como o maracujá-roxo, que é considerado uma fruta exótica na Europa continental. Por lá, reinam bolo de mel; pudim de maracujá; espetada, tradicional churrasco da ilha; peixe-espada-preto; atum fresco; lapas – um tipo de molusco local; entre outras variedades às quais é impossível resistir. E o mais legal é que existem opções para todos os bolsos, desde os restaurantes mais em conta aos estrelados.

Confira mais sobre as delícias da Madeira no vídeo a seguir:

Claro que não poderia faltar a dica sobre o famoso e premiado vinho Madeira. Ele desafia as lógicas da enologia porque, à primeira vista, a Madeira não parece o lugar ideal para produzir vinhos, já que possui um terreno montanhoso. Mas os portugueses que chegaram primeiro à ilha se arriscaram, muitas vezes cultivando as uvas em lugares de difícil acesso.

O vinho Madeira possui alto teor alcoólico, podendo ultrapassar os 19%. Isso porque é fortificado, ou seja, recebe álcool vínico para barrar a fermentação. Tem diferentes tipos de maturação, que utilizam temperaturas mais altas no processo de envelhecimento do que no caso dos vinhos comuns, e pode ter vários graus de doçura, sendo normalmente servido como aperitivo e digestivo. Aproveite para harmonizá-lo com a culinária local para que a experiência gastronômica fique completa.

Como se locomover na Ilha da Madeira

O Centro Histórico do Funchal tem ótimas opções para se conhecer mais sobre a cultura local

O Centro Histórico do Funchal tem ótimas opções para se conhecer mais sobre a cultura local (Andre Carvalho/Divulgação)

Prefira separar o roteiro do dia por região, assim fica mais fácil de fazer as atividades a pé. Se for preciso, há serviços de táxi em quase todas as localidades. A ilha também conta com transporte público, basta consultar o itinerário nos seguintes sites: http://www.eacl.pt, http://www.horariosdofunchal.pt, http://www.sam.pt e http://www.rodoeste.pt. A estrutura rodoviária também é ótima para quem quiser alugar e circular de carro pela ilha. As rodovias dão acesso a praticamente todos os pontos de interesse.

Uma de suas ilhas tem uma praia de 9 km

Segunda ilha mais habitada do arquipélago, Porto Santo tem uma praia com 9 quilômetros de extensão

Segunda ilha mais habitada do arquipélago, Porto Santo tem uma praia com 9 quilômetros de extensão (Andre Carvalho/Divulgação)

Porto Santo é uma ilha do arquipélago muito diferente da Ilha da Madeira, apesar de serem bem próximas. A grande atração dessa ilha é seu litoral na parte sul, que possui um extenso areal dourado – com propriedades terapêuticas comprovadas – e águas cristalinas. Por lá é possível encontrar ótimos resorts pertinho da praia.

Floresta no Parque Natural da Madeira é única no mundo

As levadas dão acesso aos magníficos cenários da Floresta Laurissilva

As levadas dão acesso aos magníficos cenários da Floresta Laurissilva (Andre Carvalho/Divulgação)

Um ecossistema diverso que cobre 20% do território madeirense. A Floresta Laurissilva é úmida subtropical e formada por árvores da família das lauráceas. Embora exista em alguns outros territórios da região da Macaronésia, como os Açores, as Canárias e Cabo Verde, seu maior núcleo está na Ilha da Madeira e em excelente estado de conservação.

Ilha da Madeira é em Portugal, mas fica mais perto da África

Se olhar no mapa, a Ilha da Madeira, apesar de ser parte de Portugal, fica a sudoeste do país, em meio ao Atlântico. Ou seja, ela está mais próxima da África do que da Europa. Mas a diferença é bem pequena: enquanto o litoral marroquino fica a cerca de 500 quilômetros do madeirense, o sul de Portugal está a pouco mais de 1 000 quilômetros da ilha.

Ilha da Madeira em época de coronavírus

O arquipélago teve uma postura exemplar no combate à pandemia do novo coronavírus. Ao agir com rapidez para controlar o vírus em seu território, foi registrado um baixo número de infectados.

Com a reabertura e para garantir a segurança de turistas e residentes, a ilha criou um “corredor verde” e está liberando a entrada de passageiros que apresentem um exame com resultado negativo para a Covid-19, realizado em até 72 horas antes do desembarque. O governo da Madeira também oferece gratuitamente testes aos passageiros que não portarem o exame.

Também podem entrar no destino, sem a necessidade de testagem e confinamento, as pessoas já vacinadas ou recuperadas da doença há menos de 90 dias. Para isso, é necessário comprovar o seu estado atual: comprovante de vacinação para Covid-19 ou comprovante de ter se recuperado da doença há menos de 90 dias. Os documentos devem ser submetidos ao aplicativo madeirasafe.com antes da realização da viagem.

Essas medidas fazem parte da estratégia do Turismo da Madeira, focada em se posicionar como um destino seguro com relação à Covid-19 e trabalhada em conjunto com a SGS, multinacional suíça líder em inspeções e certificações, garantindo boas práticas para minimizar os riscos de contaminação pelo novo coronavírus.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.