Gol reduz comissários de bordo em 30% dos seus voos

De acordo com a empresa, medida é para conter despesas por conta de prejuízos recentes

Por Anderson Estevan Atualizado em 16 dez 2016, 00h38 - Publicado em 7 Maio 2012, 17h13

A partir de hoje (7), a Gol Linhas Aéreas começa a operar seus voos com somente três comissários de bordo, em vez dos quatro habituais, em trechos feitos com o modelo Boeing 737-700. São 43 aeronaves que correspondem a 30% de sua frota e realizam quase 32% dos voos diários.

De acordo com a companhia, as razões que a levaram a tomar esta medida foram de ordem financeira, em parte pelos prejuízos contabilizados no primeiro trimestre de 2012, que chegaram a ordem de R$ 41,4 milhões.

Segundo a Agência Nacional da Aviação CivilANAC, a Gol foi autorizada a voar com um comissário a menos após testes de segurança. Outras companhias, também devidamente certificadas, poderão operar alguns de seus voos com três comissários.

Desde o início do ano, a empresa divulgou cortes na tripulação e no número de voos para reduzir os custos. Em 12 de abril, a companhia suspendeu o serviço de bordo gratuito. Os passageiros podem pagar por sanduíches, snacks ou bebidas quentes, cervejas, refrigerantes e sucos, entre outros. De acordo com a Gol, a água será dada ao cliente, desde que seja pedida.

LEIA MAIS:

Lanche gratuito da GOL é suspenso em 180 rotas

Espanha estuda facilitar a entrada de brasileiros no país

Cresce o número de turistas estrangeiros no Brasil

Continua após a publicidade

Publicidade