Gol anuncia fim da Webjet e demite 850 funcionários

Clientes com voos agendados após a extinção da empresa serão assistidos pela Gol

Por Anderson Estevan Atualizado em 16 dez 2016, 08h17 - Publicado em 23 nov 2012, 12h10

A Gol anunciou na manhã desta sexta-feira (23) o encerramento das atividades da companhia aérea Webjet, adquirida pela empresa em outubro deste ano. Com isso, todos os voos da aérea foram extintos e 850 funcionários foram demitidos.

De acordo com o comunicado, a principal razão para o fim das operações com aeronaves da Webjet deve-se ao fato de a frota da companhia ter deixado de ser competitiva por apresentar “idade avançada, alto consumo de combustível e defasagem tecnológica”.

As 20 aeronaves modelo Boeing 737-300 devem ser devolvidas ao fabricante até o final do primeiro semestre de 2013. No total, o processo de fusão entre Gol e Webjet resultou na demissão de 2850 funcionários. “Agora, incluindo o desligamento desses 850 colaboradores nossa estrutura ficará estável em torno de 17 mil colaboradores”, afirmou o diretor-presidente da Gol, Paulo Kakinoff, em teleconferência.

As demissões atingiram funcionários de todas as áreas, entre tripulação técnica, comercial e o pessoal de manutenção de aeronaves.

Ainda de acordo com o anúncio, a Gol compromete-se a prestar assistência aos passageiros que já têm bilhetes comprados em voos da Webjet. Os clientes da companhia devem procurar os balcões de check-in da Gol.

Para mais informações, acesse o site oficial da Gol.

Continua após a publicidade

Leia mais:

Azul vende passagens com 25% de desconto no embalo da Black Friday

Agência brasileira vende pacote para viagem ao espaço

Preço das passagens aéreas caiu 43% entre 2002 e 2011, diz Anac

Turkish inicia rota entre São Paulo e Buenos Aires

Anac notifica Aerolíneas e Austral pelos cancelamentos na Argentina

Continua após a publicidade
Publicidade