Gastos com turismo causam impacto na inflação em São Paulo

Viagens e excursões passaram a custar até 5,8% mais

Por Marli Moreira, da Agência Brasil Atualizado em 16 dez 2016, 08h15 - Publicado em 11 dez 2012, 11h29

O Índice de Preços ao Consumidor (IPC), medido pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), na cidade de São Paulo, subiu de 0,68% para 0,7%, na primeira apuração quadrissemanal de dezembro. Essa elevação foi influenciada pelo grupo despesas pessoais, em alta de 1,84% ante 1,64%, puxada, principalmente, pelos gastos em viagens e excursões que passaram a custar até 5,8% mais.

O segundo maior impacto foi provocado pelos alimentos com preços corrigidos na média em 1,92% ante 0,89%. Em habitação a taxa ficou em 0,34%, pouco acima da anterior (0,32%). Já em vestuário a variação de preços foi menor, passando de 2,22% para 1,77%. O grupo habitação contribuiu com 15,06% para o resultado final do IPC enquanto o de vestuário contribuiu com 13,28%.

Nos demais grupos ocorreram as seguintes variações: transportes (de 0,13% para 0,19%); saúde (de 0,48% para 0,42%) e educação (de 0,11% para 0,14%).

Leia mais:

Tia Augusta Turismo suspende atividades

Continua após a publicidade

Governo instaura processo contra TAM

Justiça do Trabalho manda Gol reintegrar funcionários demitidos da Webjet

Continua após a publicidade

Publicidade