Férias também foram feitas para casar

Três destinos encantadores para quem quer trocar as alianças em plena viagem; veja dicas para fazer seu casamento fora do Brasil

Uma viagem serve para conhecer novas cidades, novos costumes e culturas. Para visitar museus, praias, baladas, pontos históricos e fazer um casamento diferente. Opa, casamento?

Sim! Cada vez mais as pessoas aproveitam suas passagens por lugares alternativos e paradisíacos para celebrar a união com seu companheiro. Quer lembrança melhor do que juntar as alianças naquele local que você sempre teve vontade de conhecer e onde estava curtindo os melhores momentos?

Para você que quer aproveitar uma viagem de férias para celebrar seu casamento, vou contar como foram três experiências, em lugares diferentes. Quem sabe assim você toma coragem, já compra as passagens e o buquê.

 

1. Ilhas Maldivas

Maldivas 2

A Talita e o Daniel sempre tiveram vontade de conhecer as Maldivas e também queriam que o casamento fosse algo único e dedicado somente a eles. A combinação deu certinho.
Para que possa fazer a cerimônia por lá, é preciso que você já tenha o documento oficial no Brasil, além das alianças, então é necessário fazer o casamento civil no cartório antes de partir e só depois marcar a data da cerimônia “paradisíaca”. Foi o que eles fizeram e seguiram rumo a Istambul, Capadócia e depois Maldivas.

Os preparativos foram escolhidos apenas dois dias antes do casamento, como cores da decoração, jantar e bebidas. Tudo muito simples e organizado pelo hotel. O escolhido do casal foi o Reethi Beach Resort, localizado no atol Baa, em uma praia que mede apenas 600m por 200m. Apenas 15% da área é construída e o resort está situado no meio da vegetação, rodeado por uma praia de areia branca e águas cristalinas, transformando o local do casamento já no cenário ideal para a lua de mel.

“Foi maravilhoso! Claro que quando eu estava pronta e saindo do quarto, com todas as pessoas na ilha me olhando, eu senti muita falta da minha mãe, muita mesmo. Queria que ela estivesse ali me vendo. Mas depois ela viu os vídeos e fotos e ficou tudo bem. Foi uma escolha minha e do Dan, e sem dúvida foi sensacional”, afirma Talita. As fotos e vídeo mencionados por ela também podem ser reservados no próprio hotel.

O aeroporto internacional de Maldivas fica em uma ilha próxima a Male, capital do país. Do Brasil, uma opção é ir via Dubai. Para chegar na ilha do hotel escolhido, só via hidroavião ou barco, dependendo da distância.

Quer fazer igual a Talita e o Daniel? Vai lá: www.reethibeach.com

Maldivas 1

 

2. Bali

Bali 2

A Ludmy e o Atila não mediram esforços na celebração. Foram três cerimônias diferentes e quatro meses de lua de mel.

Uma dessas cerimônias foi em Bali, na Indonésia. “Três dias antes da nossa viagem começar, em janeiro, começamos a conversar sobre como seria legal poder casar em alguns lugares pelos quais passaríamos na Ásia. A primeira opção obviamente sempre foi Maldivas, mas Bali nos pareceu tão romântica e espiritual que nós pensamos que poderia ser um lindo lugar para celebrar a nossa união”, conta Ludmy. E assim foi.

Eles optaram pelo hotel Alila Manggis e por um casamento tradicional balinês, exatamente como é celebrado por eles. Em menos de uma semana a cerimônia foi preparada, com direito a padre balinês e roupas típicas. A arrumação das vestimentas e o penteado da noiva também ficaram sob responsabilidade da organização do hotel. As fotos foram incluídas no pacote.

O altar tradicional contava com oferendas e a música ficou por conta de instrumentos locais. A cerimônia tem várias fases, como a da purificação, limpeza do corpo e do espírito. Uma fita de três cores na cabeça dos noivos significa as três fases da vida: nascimento, vida e morte.

“Chegando no hotel, o staff tinha preparado uma decoração especial para a sessão de fotos pós-cerimônia, entre a piscina e a praia: um espaço com grama verdinha, um arco de flores brancas, e flores coloridas no chão, marcando o caminho até o altar, que ficava de frente para o mar. O som das ondas, dos passarinhos, um dia de sol perfeito… foi um sonho mesmo”, complementa Ludmy.

O que você acha dessa opção? Se gostou, a dica é www.alilahotels.com/manggis

Bali 1

 

3. Las Vegas

Vegas 3

Para quem prefere algo mais urbano, uma opção é o casamento em Las Vegas. E a personagem da vez sou eu mesma.

Já estava com uma viagem marcada aos Estados Unidos para o final de 2013 e no mesmo período eu e meu marido já estávamos pensando em oficializar nossa união. Juntamos as duas coisas e marcamos nossa cerimônia por lá.

Las Vegas é bastante conhecida pelos casamentos rápidos, simples, mas com o charme que a cidade proporciona. Como existem muitas capelas por ali, não é preciso marcar com muita antecedência, a não ser que você queira algo especial.

No meu caso, queria que o casamento fosse em português, então tive que marcar com mais de um mês de antecedência. Dependendo do período, as datas são mais concorridas também. O meu, no caso, foi na véspera do Natal. Comemoração em dose dupla.

A empresa que faz os casamentos em nossa língua é a Cerimonial Las Vegas e a celebração ocorre na Graceland Wedding Chappel, capelinha onde você pode trocar a marcha nupcial por uma música do Elvis e entrar de braço dado com o sósia do cantor. Pode ser brega, mas é divertido. Nessa capela já casaram algumas celebridades, como Jon Bon Jovi.

O pacote inclui uma limusine para te buscar e levar de volta ao hotel, o buquê da noiva e a flor da lapela do noivo, além de uma garrafa de champagne para comemorar. As fotos e filmagem são opcionais e ainda é possível gerar um link pela internet para mandar rapidinho aos familiares e amigos que não puderam estar presentes, mas já querem ver como foi tudo. A cerimônia dura em torno de apenas 15 minutos.

A cerimônia em Las Vegas é muito usada para renovação de votos também, como em aniversários de 10 anos de casados.

O casamento só na capela não tem efeitos legais. Caso o casal queira fazer para valer, é preciso avisar com antecedência para que possam ser direcionados a um cartório primeiro, assinem toda a documentação e só depois sigam para a cerimônia na capela.

Muitos saem dali e já vão direto para os cassinos, afinal dizem que noivas dão sorte no jogo. Eu não tive essa sorte, mas espero que seja uma exceção.

Quer experimentar algo no estilo do filme “Se beber, não case”? Veja no www.casamentoemlasvegas.com

Vegas 2

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s