Estados Unidos é eleito melhor país para turismo de vida selvagem

O país possui 60 parques nacionais (sendo um deles o segundo mais antigo do mundo) e 757 museus de história natural; o Brasil ficou em terceiro lugar

Por Victória Martins Atualizado em 1 jul 2021, 16h43 - Publicado em 15 out 2018, 17h01

Os Estados Unidos foram eleitos o melhor país do mundo para se fazer turismo de vida selvagem, de acordo com o recém-lançado Global Wildlife Travel Index. Neste tipo de viagem, o foco é fazer com que os turistas entrem em contato com animais e plantas em seus habitats naturais.

Compilado pela agência de viagens britânica True Luxury Travel, o ranking analisou 142 países a partir de 6 critérios, entre eles, a prevalência de parques nacionais em cada país e o pioneirismo em suas criações.

Outro quesito analisado foi o quanto cada país se esforçava para conservar seus animais de grande porte, também chamados de megafauna (ou, carnívoros com 10 kg ou mais e herbívoros e onívoros com 100 kg ou mais).

Esses dados foram retirados do Megafauna Conservation Index, estudo que ranqueou os países de acordo com a diversidade de suas espécies de grande porte e a área ocupada por elas, o quanto dessa área é protegida e as contribuições financeiras de cada país para a conservação desses animais.

Os três últimos quesitos estudados foram a quantidade de áreas naturais protegidas e de museus de história natural dos países e seus índices de biodiversidade. Cada um dos critérios recebeu notas de 1 a 7, e o ranking foi compilado a partir da soma de cada uma das notas.

  • Os EUA ficaram no primeiro lugar por somarem 60 parques nacionais e 757 museus de história natural e serem a casa de um dos parques nacionais mais antigos do mundo, Yellowstone, criado em 1872.

    O país também ficou no topo por seus grandes esforços na conservação da megafauna, tendo sido classificado como um dos 19 países com melhor desempenho nesse quesito pelo Megafauna Conservation Index.

    No entanto, apesar de obterem a pontuação máxima em quatro dos seis critérios de avaliação, os EUA ficaram com apenas 3 pontos no quesito Quantidade de Áreas Naturais Protegidas e com 6 pontos no quesito Biodiversidade.

    Venezuela ficou com o segundo lugar, por sua quantidade de trechos de natureza protegida – eles representam 54,1% de sua área total e a tornam o país com a maior quantidade de áreas protegidas do ranking. A quantidade de parques nacionais da Venezuela, 43 no total, também pesou para a sua colocação no ranking.

    Brasil ficou na terceira colocação, obtendo a pontuação máxima por sua biodiversidade e prevalência de parques nacionais.

  • Confira os 10 melhores países para fazer turismo de vida selvagem:

    1. Estados Unidos – Pontuação final: 37

    Continua após a publicidade

    2. Venezuela – Pontuação final: 37

    3. Brasil  – Pontuação final: 37

    4. Tailândia  – Pontuação final: 36

    5. Tanzânia  – Pontuação final: 33

    6. Colômbia  – Pontuação final: 33

    7. Croácia  – Pontuação final: 33

    8. México  – Pontuação final: 33

    9. Austrália – Pontuação final: 33

    10. Canadá – Pontuação final: 32

    Para ranquear países que ficaram com a mesma pontuação final, a True Luxury Travel considerou a colocação de cada um no Megafauna Conservation Index como critério de desempate.

    Confira o ranking completo aqui

    Continua após a publicidade
    Publicidade